Home / Crimes / 23 pessoas conduzidas por crimes diversos em protesto

23 pessoas conduzidas por crimes diversos em protesto

Um total de 23 pessoas acabaram conduzidas para a Delegacia após a inicial do protesto popular no bairro Pedreira do Instituto, que acabou virando uma verdadeira praça de guerra na manhã desta terça-feira, 10 de janeiro, em Itabira. 

 

O protesto começou por volta das 5 horas da madrugada para o desenrolar da ocorrência somente acabou por volta das 21 horas com a entrega das pessoas na Delegacia de Policia civil no Bairro Campestre.

Com a descrição no Boletim de Ocorrência de “Bloqueio de via por manifestação de populares no bairro Pedreira”, ocorrido na rodovia MGC 120, que corta o bairro Pedreira do Instituto a Policia Militar fez a prisão de 18 pessoas adultas e a apreensão de cinco menores de idade.

Os Militares descreveram que por voltas de 5h o COPOM foi acionada para comparecer na MGC 120, KM 4, bairro Pedreira, onde moradores estavam bloqueando a rodovia, impedindo a passagem de veículos e pedestres, com paus pneus e outros objetos colocaram fogo nos materiais, em protesto contra o aumento de passagem do transporte coletivo municipal, falta de remédio e médicos no PSF do bairro.

Os Militares relataram que foi tentado uma negociação com os autores, para saber o real motivo da manifestação e a possível liberação da Via de forma pacifica, porém eles não quiseram dialogar, e começaram a atirar pedras nos policiais militares e bombeiros militares que participavam da intervenção, no que foi necessário o uso de bombas de gás lacrimogêneo, e munição de Elastômero, para afastar os manifestantes.

Durante o tumulto, alguns autores armados de escopeta calibre 12, espingardas e revólveres, que estavam no meio dos manifestantes, começaram a disparar contra os policiais militares, e alguns militares, para repelir a injusta atual e eminente agressão, fizeram uso de arma de fogo calibre 40, e munição de Elastômero contra os autores, contudo, ninguém foi atingido, e os autores dos disparos fugiram do local.

Após a chegada do reforço policial, a situação foi contida, e foi constatado danos em patrimônio publico e privado, incêndio criminoso dentre outros, os autores do tumulto foram identificados, localizados e presos, somando um total de 18 pessoas como autores maiores de idade que foram conduzidos pelos crimes de “Bloqueio de Rodovia, Incêndio Criminoso, Disparo de Arma de Fogo em Via Pública, Formação de Quadrilha, Corrupção de Menores, Desacato, Associação Criminosa, e Dano”, e foram apreendidos cinco menores em conflito com a Lei que devem responder por “bloqueio de rodovia, incêndio criminoso, formação de quadrilha, desacato, associação criminosa, dano patrimônio público e privado”.

Os Militares apreenderam cinco aparelhos celulares, um tablete, uma pochete, duas motocicletas que foram usadas para interditar a rodovia, uma mídia contendo a ação delituosa dos presos e apreendidos.

Os Militares relataram na ocorrência que as armas utilizadas e exibidas pelos criminosos durante a manifestação não foram localizadas.