Acidente com ônibus clandestino deixa feridos no Norte de Minas

No ônibus estavam 44 passageiros, segundo Bombeiros (foto: Bombeiros/ Divulgação)
No ônibus estavam 44 passageiros (foto: Bombeiros/divulgação)

O acidente com transporte clandestino deixou mais de 40 pessoas feridas no início da madrugada desta quarta-feira na BR-365, em Claros das Porções, na Região Norte de Minas Gerais. O veículo seguia pela rodovia quando o motorista perdeu o controle da direção e o coletivo tombou. Chovia no momento do acidente. A pista ficou fechada por aproximadamente quatro horas para o atendimento às vítimas. O motorista, que sofreu ferimentos graves, será autuado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo saiu de São Paulo e seguia em direção a Porteirinha, também no Norte de Minas. Quando trafegava pela BR-365, por volta das 0h, o motorista perdeu o controle da direção em uma reta próximo ao km 46. Em seguida, o veículo tombou na rodovia. Chovia na região.

Viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros foram para o local fazer o atendimento às vítimas. No veículo estavam 44 passageiros. Uma idosa ficou presa dentro do ônibus e precisou ser retirada pelos bombeiros. Segundo os militares, sete passageiros apresentaram lesões graves, entre eles, o motorista. As outras vítimas sofreram ferimentos leves. As pessoas em estado grave foram levadas para a Santa Casa de Montes Claros. Os outros foram divididos entre a Santa Casa e o Hospital Universitário.

Ao verificar a documentação do ônibus e do motorista, os policiais rodoviários federais constataram diversas infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Além disso, o condutor não tinha autorização para viagem, ou seja, o veículo era clandestino. “O tombamento sem a presença de outro veículo pode ser considerado a falta de treinamento do condutor para fazer o transporte de passageiros. Não sabemos a experiência do condutor, apesar que a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) dele, tem autorização para transporte de passageiros”, explica o policial Roberto César Quaresma Lemos. O condutor do veículo, que não teve o nome divulgado, segue internado em estado grave. Ele será autuado por causa das infrações.

Com o tombamento do ônibus, combustível vazou e os bombeiros tiveram que jogar serragem na pista para evitar novos acidentes. O trecho ficou fechado de 1h até às 5h para o atendimento à ocorrência.

Fonte: EM.com