Home / Agenda / Brasil terá equipe renovada no Zonal Americano da Fed Cup

Brasil terá equipe renovada no Zonal Americano da Fed Cup

Teliana Pereira/Fotos: Cristiano Andujar/CBT

O Brasil teve nesta segunda-feira a definição da equipe que defenderá o país no Zonal Americano I da Fed Cup, que acontece entre os dias 6 e 11 de fevereiro, na cidade de Metepec, no México. O capitão Fernando Roese convocou uma equipe renovada para ir ao México ao promover a estreia das jovens tenistas Carolina Meligeni Alves e Luisa Stefani, que integram ao time com as remanescentes Teliana Pereira e Gabriela Cé.

Atuais tenistas número 1 e 2 do país no ranking da WTA, Paula Gonçalves e Beatriz Haddad Maia não jogam este Zonal Americano da Fed Cup. Paula Gonçalves optou por não jogar a competição, enquanto Bia ainda se recupera de um acidente doméstico que adiou o seu início de temporada.

Gabriela Cé

“Esse ano vamos de equipe renovada. Renovada até pela ausência da Paula Gonçalves, que eu chamei, mas ela não quis jogar. Acho que todo atleta tem a livre escolha, logicamente que a Paula no momento dela hoje nos ajudaria bastante, mas em se tratando de ela não querer jogar, não se pode fazer nada”, explica o capitão Roese. “Tivemos azar com a Bia, que também vive um bom momento, teve essa lesão dela e justamente as duas atletas que vivem um bom momento, terminaram o ano de 2016 jogando muito bem, não vamos poder contar com elas. Mas equipe é isso”, complementa sobre as ausências.
 .
A mudança na equipe brasileira é a maior desde 2013, quando a base atual foi montada contando com Teliana, Paula e Bia. Naquela ocasião o Brasil fez grande campanha, perdendo apenas para o Canadá na final do Zonal Americano. Roese destaca a oportunidade para as jovens estreantes e acredita que o time pode alcançar um bom resultado no México. “Isso dá uma chance para a Luisa Stefani, que é uma menina jovem e fez uma boa temporada em 2016. Ela vem tendo bons resultados, joga no tênis universitário americano e é acostumada à quadra dura, que combina com o que a gente vai ter no México. Ela já entra como uma renovação na equipe. A Carol Alves no ano passado foi convocada para treinar com o time e desta vez vai estar no time, ela também jogou bem no final do ano”, analisa o capitão.

Carolina Alves

.
Aos 19 anos, Luisa integra pela primeira vez uma equipe profissional brasileira após ter passado com sucesso por seleções na base do país. A paulistana iniciou em 2016 a disputa do circuito universitário americano pela Universidade de Pepperdine, em Malibu, na Califórnia. Logo na primeira temporada se destacou e foi eleita a melhor estreante, além de ser semifinalista nos Playoffs da primeira divisão da NCAA. No final do ano passado, obteve seu maior título nas duplas do ITF US$ 50 mil de Atlanta. Carolina fechou a temporada 2016 com o melhor ranking da carreira após jogar 11 semanas na Tunísia, onde obteve os dois primeiros títulos profissionais de simples, além três conquistas nas duplas.
 .
A principal jogadora do time brasileiro segue sendo Teliana Pereira, que lidera a equipe ininterruptamente desde 2013 e vem se recuperando de uma temporada abaixo do esperado. Ela já iniciou o ano com bons resultados na Austrália. Gabriela Cé também inicia um ano de recuperação após não ter conseguido repetir os resultados de 2015. “A Teliana que vem buscando a melhor forma dela, é legal de ver ela passando um quali na Austrália, tem a Gabi, que não fez um bom ano de 2016, mas vem tentando buscar também seus melhores resultados. É uma pena não contar com as duas melhores tenistas do momento, mas equipe é isso, a gente tem de tentar unir o grupo, achar a melhor forma de vencer os confrontos e eu acho que é mais uma experiência legal que a gente tem de poder fazer alguma coisa melhor pelo tênis feminino”, finalizou o capitão.
 .
O Brasil terá como adversários no Zonal Americano I da Fed Cup 2017 as equipes de Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, México, Paraguai e Venezuela. A disputa será em quadras descobertas de piso duro no Club Deportivo la Asuncion, em Metepec, no México.
 .
Confira abaixo as tenistas brasileiras convocadas
 .
Teliana Pereira
Residência: Curitiba/PR
Nascimento: Santana do Ipanema/AL, 20/07/1988 (28 anos)
Altura: 1,68 m – Destra
Ranking atual: 204ª (simples) / 1065ª (duplas)
Melhor ranking: simples 43ª (19/10/2015) / duplas 117ª (16/09/2013)
.
Gabriela Cé
Residência: São José dos Campos/SP
Nascimento: Porto Alegre/RS, 03/03/1993 (23 anos)
Altura: 1,64 m – Canhota
Ranking atual: 504ª (simples) / 167ª (duplas)
Melhor ranking: simples 225ª (03/11/2014) / duplas 109ª (18/04/2016)
 .
Carolina Alves
Residência São José dos Campos/SP
Nascimento: Campinas/SP, 23/04/1996 (20 anos)
Altura: 1,65 m – Destra
Ranking atual: 472ª (simples) / 324ª (duplas)
Melhor ranking: simples 471ª (26/12/2016) / duplas 325ª (19/12/2016)
 .
Luisa Stefani
Residência: Malibu, CA (EUA)
Nascimento: São Paulo/SP, 09/08/1997 (19 anos)
Altura: 1,67 m – Destra
Ranking atual: 695ª (simples) / 319ª (duplas)
Melhor ranking: simples 692ª (24/12/2016) / duplas 318ª (28/11/2016)
Confederação Brasileira de Tenis