Oficina do Parlamento Jovem

Itabira/MG – A oficina realizada na última quarta-feira (14), iniciou-se com uma dinâmica apresentada pelo monitor Igor Evangelista. Igor pediu para que os alunos falassem palavras enquanto ele as anotava, depois distribuiu essas palavras na bancada principal do plenário e dividiu os alunos em quatro grupos. Cada grupo devia ter um líder, o qual era indicado pelos seus colegas. O líder escolheu quatro palavras e após a escolha, o grupo teve que criar uma proposta utilizando as quatro palavras escolhidas.

Após conclusão das propostas, cada grupo fez sua apresentação para os demais alunos, que fizeram a avaliação e questionamentos.

Depois foi a vez da avaliação dos monitores, Camila, Marcela, Igor, Mateus, Júlio e do participante do Parlamento Jovem 2016, Túlio. A avaliação dos monitores foi em relação à apresentação de cada grupo e também da postura daqueles assistiram a apresentação. A postura, o tom de voz ao responder e ao perguntar, o respeito com o outro enquanto estes apresentavam, foram alguns dos pontos que foram observados.

Após a avaliação, os alunos solicitaram alteração da Plenária Municipal para o dia 28/6. Ao final, os monitores informaram mais uma vez sobre o acesso à plataforma Ead (Educação a Distância) e sobre a Campanha Como vejo minha Cidade, da Assembléia Legislativa de Minas Gerais.

“Minha experiência no Parlamento Jovem…”

“O Parlamento Jovem é um caminho que me proporcionou ver a política com outros olhos. Como ela é exercida, como ela é feita”.

“A política pode transformar uma sociedade”.

Pedro Henrique Duque, aluno da Escola Estadual Professor Emílio Pereira de Magalhães.

“Aprendi a montar propostas e aprendi defender essas propostas”.

“Através do Parlamento Jovem, é possível a troca de experiências com outros alunos e entre as escolas”.

Luana Dias, aluna da Escola Estadual Professora Marciana Magalhães.

ACOM CMI