OAB reuni ciclistas e chama atenção para cuidados com a saúde

O “Pedal Legal” e o “Faça Justiça a sua Saúde” foram ações com foco na prática de exercícios físicos e alimentação saudável

A 52ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Itabira) promoveu dois eventos neste domingo (30) e mobilizou dezenas de ciclistas para chamar a atenção para os cuidados com a saúde. O “Pedal Legal” e o “Faça Justiça a sua Saúde” foram ações com o foco na prática de exercícios físicos e alimentação saudável e contou com a participação de advogados do município.

Itabira/MG – Realizada de 9h as 12h a pedalada de aproximadamente 14 km chamou a atenção de quem passava pelas ruas. Enquanto os ciclistas passeavam, profissionais da área de saúde fizeram a medição de circunferência abdominal e Índice de Massa Corporal (IMC), além de orientações sobre reeducação alimentar, aferição de pressão arterial e teste de glicemia em frente à Estação Ferroviária, na avenida Mauro Ribeiro.

O evento contou também com a parceria da academia Impacto, do Centro Especializado de Atendimento Domiciliar (CEAD) e da Caixa de Assistência ao Advogado (CAA). O membro da Comissão de Esportes da Subseção e secretário geral da OAB, o advogado Rogério Pierry Vieira fez uma avaliação positiva dos eventos e destacou a participação dos advogados e também da população. Segundo ele, o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população e dos advogados foi alcançado.

“Realizamos este evento com o foco na saúde por entendermos que o papel da OAB Itabira não é apenas cuidar das questões relacionadas à Justiça, mas também de assuntos que envolvem a qualidade de vida da nossa sociedade. O evento neste domingo foi maravilhoso, percebemos a alegria e a disposição das pessoas em pedalar e principalmente, conseguimos chamar atenção para os cuidados com a saúde e a alimentação, o que hoje em dia é esquecido por muito. Todos os organizadores estão de parabéns por mais esta ação e quero aproveitar e agradecer o apoio da Transita, que organizou o transito para que os ciclistas pudessem pedalar com mais segurança”, disse o representante da OAB.