IBGE se reúne com vereadores para apresentar Censo Agropecuário

Pesquisa pretende colher informações em 5,3 milhões de estabelecimentos agropecuários sobre agricultura, entre outros.

A funcionária Jaine Cota (centro) do IBGE foi à Câmara apresentar aos vereadores trabalhos do Censo Agropecuário

A funcionária Jaine Cota do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) veio à Câmara Municipal na terça-feira (9), para apresentar aos vereadores os trabalhos do Censo Agropecuário 2017 que serão iniciados na zona rural da cidade a partir do dia 1º de outubro. A previsão para conclusão dos trabalhos é fevereiro de 2018. O último levantamento ocorreu no ano de 2007 e o trabalho tem como foco principal a produção agropecuária, florestal e aquícola. Participaram da reunião os vereadores Geraldo Carneiro (DEM), Luciano Pires (PHS), Geraldo Magela da Silva “Gegê” (PP), a secretária de Cultura e Turismo Janira Braga, a de Fazenda e Administração Márcia Costa e o secretário geral do Sindicato Rural de Santa Bárbara, Celso Afonso de Morais.

Santa Bárbara/MG – Segundo Jaine Cota, a pesquisa pretende investigar informações em cerca de 5,3 milhões de estabelecimentos agropecuários em todos os municípios brasileiros levantando informações sobre agricultura, extração vegetal, silvicultura, criação de abelhas, criação de bichos e beneficiamento e transformação de produtos e agropecuários. Na opinião do vereador Geraldo Carneiro (DEM), o trabalho que será iniciado é fundamental para que a Prefeitura tenha em mãos números importantes do trabalho feito no campo. “É importante para nossa economia já que temos uma produção agropecuária forte e ter esses números atualizados é fundamental”, defendeu.

Geraldo Magela Silva “Gege” afirmou que a reunião serviu como base para entender a importância do que será feito pelo IBGE. “Sabemos que o trabalho do campo é que movimenta a vida em nossa cidade e esse cadastramento é algo valioso para todos”, argumentou. O vereador Luciano Pires, que ocupou o cargo de Assessor de Distrito na Prefeitura de Santa Bárbara, disse que o trabalho a ser realizado será muito bom para os produtores rurais. “Eles vão passar mensalmente o resultado do trabalho que será feito. Vão rodar toda a região rural e algumas propriedades urbanas que, de certa forma, tem ligação com zona rural. Uma pessoa da cidade que passou no concurso do IBGE terá a missão de executar o trabalho, o que vai facilitar bastante”, explicou.