Itabira tem condições de gerar emprego com eventos literários, diz Marcos Alcântara

Ex-superintendente da FCCDA acredita que um evento literário de grande porte pode gerar média de mil empregos temporários

Marcos Alcântara - ex superintendente da FCCDA

A segunda semana do projeto “30 anos sem Drummond” organizado pelo gabinete do vereador Paulo Soares de Souza (PRB) contou com a apresentação do ex-drummonzinho e ex-superintendente da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), Marcos Alcântara, que fez uma apresentação com o tema: “Valorizar Drummond traz benefícios sociais, culturais e econômicos para Itabira”.

Itabira/MG – Em sua explanação Marcos Alcântara destacou a importância do projeto Drummonzinhos, no qual fez parte em 2002. O projeto trabalha com jovens do município treinados para recitar os principais poemas de Carlos Drummond de Andrade e também guiar turistas pelo museu de território Caminhos Drummondianos.

Na opinião do ex-superintendente da FCCDA, o município tem plenas condições de desenvolver feiras literárias de grande porte, capazes de atrair turistas de todo o país. A exemplo de cidades como Ouro Preto e Paraty, no Rio de Janeiro, Marcos Alcântara acredita que um evento literário de grande porte no município pode gerar uma média de mil empregos temporários e cerca de 150 ao longo da organização. Ele usou como exemplo a Semana Drummondiana. A ideia é potencializar o evento e desenvolver a economia local utilizando o nome do poeta.

“Com a lei Rouanet nós conseguimos trazer grandes possibilidades de eventos literários, grandes discussões sobre literatura gerando emprego durante o ano inteiro, não mediante as ações pontuais e quando fizermos ações pontuais elas podem crescer muito e trazer possibilidades econômicas. Calculo cerca de mil empregos diretos por meio de um grande evento literário na cidade de Itabira”, estimou o ex-superintendente da FCCDA.

Para o vereador Paulo Soares, o fomento da economia passa pela literatura. A imagem do poeta, disse o vereador, precisa ser mais “bem utilizada” no município. Atrair turistas traz benefícios para os empresários e para os cidadãos, que terão mais oportunidades de emprego.

“Estamos falando de utilizar o nome de Carlos Drummond de Andrade para desenvolver em Itabira eventos literários de grande porte. A cidade tem condições de desenvolver este trabalho e temos a certeza que isso chama a atenção de pessoas do mundo inteiro. Com a cidade sendo visitada, os restaurantes, os hotéis, os bares e muitas outras empresas terão benefícios”, destacou o vereador.