Preso na BR040 homem acusado de matar PMs e delegado

Há denúncias também por porte ilegal de arma de fogo, roubo, tráfico de drogas, homicídios, formação de quadrilha e associação criminosa.

Crédito foto: Polícia Rodoviária Federal/divulgação

Dois homens com passagens pela polícia foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) quando passavam pela BR 040, na altura de Sete Lagoas, na região Central de Minas Gerais. As prisões ocorreram na noite desta quarta-feira (20).

BR 040/MG – Segundo informações repassadas para nossa reportagem, a dupla estava em um Kia Sportage seguindo sentido Belo Horizonte quando o veículo foi parado no posto da PRF. Havia uma mulher junto com eles.

Ao demonstrarem nervosismo os policiais rodoviários desconfiaram de que algo poderia estar errado e resolveram vistoriar o veículo. Não deu outra. Dentro do carro foram encontradas duas pistolas 9mm com as numerações raspadas e carregadores com capacidade para 31 munições.

Ao verificarem a identidade de P.E.H.M, de 37 anos, foi descoberto que ela tinha sido adulterada. Com a identidade verdadeira foi descoberto que ele tem uma extensa ficha criminal e estaria envolvido em uma chacina no ano de 2008 em Betim (MG), quando seis pessoas morreram. O mesmo homem é suspeito de ameaçar um juiz criminal, matar um delegado da Polícia Civil e matar policiais militares. Além disso há denúncias contra ele por porte ilegal de arma de fogo, roubo, tráfico de drogas, prisões por homicídios, formação de quadrilha e associação criminosa. Total das condenações: 300 anos de prisão.

O outro suspeito identificado como E.M.E, de 46 anos, tem passagens pela polícia por porte ilegal de armas, roubo e tráfico de drogas. A mulher detida, de 32 anos, seria esposa dele. As iniciais dela não foram divulgadas.

Em poder do trio também foram apreendidos certa quantia em dinheiro, talões de cheques, cartões de crédito e telefones celulares.

Os três foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Sete Lagoas junto com todo o material apreendido.