Casal vive momentos de terror em bar no Morro do Chapéu

O crime ocorreu na madrugada deste sábado, 7 de outubro, de 2017.

Uma casal viveu momentos de terror em um bar na localidade rural de Morro do Chapéu após serem rendidos com armas, amarrados por quatro bandidos que reviraram tudo e levaram dinheiro e objetos de valor. O crime ocorreu na madrugada deste sábado, 7 de outubro, de 2017.

De acordo com informações da Policia Militar por volta de 02h10 da madrugada um casal de 57 e 48 anos relatou que repentinamente estacionaram dois veículos não identificados perto do local conhecido como “bar do Toninho”, onde desceram seis indivíduos, quatro com armas de fogo em punho enquanto outros dois ficaram nos carros. As armas aparentavam ser revolveres de cor clara com coronha escura. Os indivíduos tinham estatura alta, vestiam calças com blusas e capuzes na cor preta, e um deles com blusa de moletom clara. Um deles anunciou o assalto empurrando a vitima de 57 anos para o interior do comercio. A segunda vitima assustou ao ver a cena do assalto e gritou “ladrão”. Um dos bandidos então lhe disse que se ela gritasse iria mata-la.

Os bandidos quebraram uma maquina de vídeo musica para pegar as moedas que haviam em seu interior, foram ate o veiculo Fiat Uno, de cor cinza da vitima e furtaram um aparelho de som.

Em seguida eles reviraram todo o comércio e quebraram algumas lâmpadas batendo com o cano das armas alegando que eles ficaram sabendo que o proprietário do estabelecimento comercial tinha arma de fogo escondida no local. A vitima lhes disse que não possuía arma e que eles podiam procurar. Após não encontrar nenhuma arma os ladrões amarraram as vitimas em um cômodo amordaçando-as, trancando-as em outro cômodo, furtando todos os materiais de algum valor que encontraram e ainda levaram cerca de R$2.000,00 reais da vitima. Na sequência eles entraram nos veículos e fugiram do local tomando rumo ignorado.

As vitimas contaram aos PMs que conseguiram se soltar e bateram em uma porta que fica de parede meia com o comercio, vindo os vizinhos para abrir. Eles conseguiram telefonar para a Central de Operações através do 190 e chamar a Polícia Militar.

Viaturas do turno foram ao local onde realizaram intenso rastreamento, porem os autores não foram localizados.