Homem é morto a facadas em casa no Tanquinho

Corpo de homem morto a facadas somente é encontrado cerca de três dias depois, em avançado estado de decomposição dentro de casa na Rua José Ferreira de Araújo, no bairro Tanquinho II, em João Monlevade

Segundo a Polícia Militar o corpo da vítima José Gregório da Silva, 52 anos, foi encontrado dentro de casa enrolado em um edredom.

Um funcionário da fazenda onde a vítima trabalhava procurou o proprietário do casa, que era alugado pela vítima, e disse que José Gregório não apareceu ao trabalho desde a última sexta-feira e desde então não teria mais sido visto.

Após chamarem insistentemente por diversas vezes e vendo que Gregório não atendia, resolveram abrir a porta da sala com uma chave reserva quando depararam com a vítima caída no chão da cozinha enrolado em um edredom de solteiro de cor amarela, e ao lado havia uma foice em meio a uma enorme poça de sangue.

A Policia Militar e a perícia técnica foi acionada e após os trabalhos o corpo foi liberado e removido ao IML de João Monlevade.

Segundo a Polícia Militar, após levantamentos preliminares e de posse de informações identificou um suspeito de 32 anos. Que contou para os militares que chegou na casa na vítima por volta das 16h de sábado (7), acompanhado de sua esposa, convidados por Gregório.

Quando chegou lá a vítima teria pedido a ele que fosse comprar um litro de cachaça para uma confraternização entre eles. Segundo o suspeito atendeu ao pedido e quando retornou deparou com a vítima apalpando a nádegas de sua esposa, tendo ele advertido Gregório quanto ao ato e começaram a beber. Depois de tomarem toda a bebida, a vítima teria solicitado mais uma vez que fosse comprar outro litro de cachaça. Ao retornar, mais uma vez deparou com a vítima flertando com sua esposa, tendo nesse momento iniciado uma discussão entre eles. O homem relatou ainda que disse a vítima pegou uma foice para agredi-lo e ele apossou-se de uma faca, tendo desferido vários golpes de faca contra a vítima.

Após esfaquear a vítima, o autor apanhou um edredom e cobriu a vítima e procurou em seus bolsos a chave da casa, que até então, segundo ele estava trancada, sendo que ao localizá-la saiu pela porta da sala deixando-a trancada e levando a chave com ele e depois a jogou em um matagal às margens da rodovia.

O suspeito recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, permanecendo à disposição da Justiça.

Fonte: Bell Silva/O Popular