Ex-companheiro incendeia casa de cabeleireira com 4 filhos dentro

Crime aconteceu na rua Nossa Senhora da Penha, no bairro Penha, em Itabira.

O crime aconteceu no bairro Penha em Itabira, onde uma cabeleireira de 29 anos, moradora na rua Nossa Senhora Penha, teve parte de sua casa destruída após o ex-amasio ter ateado fogo no interior do imóvel na noite deste sábado, 11 de novembro de 2017, por volta de 23h.

Itabira/MG – De acordo com as informações repassadas pela Policia Militar, a Central de Operações (COPOM) recebeu denúncia que um homem teria ateado fogo na residência de sua ex-companheira no bairro Penha, próximo da antiga TV Cultura, e estava fugindo sentido ao Centro da cidade.

De imediato, após as características do autor e informações repassadas para a polícia, viaturas foram em rastreamento na tentativa de encontrar o suspeito. Na Avenida Carlos Drummond de Andrade os PMs tiveram êxito e prenderam o homem de 31 anos que, nesse momento, estava de posse das chaves da casa da ex amásia, uma caixa de fósforos e uma garrafa de cachaça. Ele negou aos PMs ter cometido o crime.

Tão logo foram acionados os Militares do 4° Pelotão do Corpo de Bombeiros compareceu no local onde, através da garagem de um vizinho, conseguiram chegar até a residência em chamas e combater o fogo por completo.

Segundo o Sargento Augusto, todo o forro da residência foi danificado. No quarto do casal todos os moveis ficaram em chamas e as paredes trincadas com o forte calor. A residência teve que ser interditada até que se faça um laudo técnico estrutural da casa, uma vez que as paredes foram danificadas.

Em conversa com a vítima ela relatou aos Militares que já possuía uma medida protetiva (Lei Maria da Penha) contra o suspeito, que o ex-amasio chegou a sua residência e ela pediu para que ele fosse embora pois não queria a sua presença lá.

Quando foi dormir com os quatro filhos a mulher acordou com a casa incendiada e tomada de fumaça. Ela conseguiu fugir pelos fundos da casa com os filhos, onde gritou e pediu socorro para os vizinhos próximos.

A casa ficou completamente destruída e, no interior, quase todos os móveis foram queimados. A perícia técnica da Policia Civil foi acionada e compareceria após o período de rescaldo dos trabalhos dos Bombeiros.

Ninguém no local se feriu. O suspeito foi preso e conduzido pela PM para a Delegacia de Policia Civil, no bairro Campestre, para dar explicações ao Delegado de plantão que tomaria as providencias cabíveis sobre o caso.