Brasileiros tem oportunidade de treinar com um dos técnicos de Nadal

Através de parceria com a CBT, Felipe Meligeni e Orlandinho treinarão em tempo integral em um dos principais centros de tênis da Europa.

Felipe Meligeni, Francis Roig, Léo Azevedo e Orlando Luz na BTT/Crédito: divulgação CBT

Os brasileiros Felipe Meligeni e Orlando Luz iniciaram, nesta semana, os treinamentos com bola com o técnico Léo Azevedo na BTT Tennis Academy (Barcelona Total Tennis). Eles tiveram, inclusive, a oportunidade de treinar por 1h30 nesta quinta e sexta-feira com o espanhol Francis Roig, que é um dos técnicos do número 1 do mundo, Rafael Nadal, juntamente com Carlos Moyá.

Florianópolis/SC – Meligeni e Orlandinho desembarcaram na Espanha na semana passada e treinarão em período integral na BTT, um dos principais centros de tênis da Europa, que firmou uma parceria com a Confederação Brasileira de Tênis (CBT) para funcionar como base da entidade no continente europeu. Além dos dois jovens tenistas, Teliana Pereira também está fazendo sua pré-temporada na academia.

Presidente da CBT, Rafael Westrupp e Orlandinho no aeroporto/Crédito: divulgação CBT
“O Felipe e a Teliana chegaram na terça-feira da semana passada. Fizeram alguns testes, conversaram bastante comigo, mas o foco foi na parte física. Com a Teliana, que estava sem jogar há algum tempo, já começamos com um pouco de tênis na semana passada mesmo. O Orlandinho chegou na sexta, fez alguns testes e no mesmo dia já iniciou os trabalhos físicos”, explicou Léo Azevedo, coordenador técnico da BTT.
.
Nesta semana, o foco de Meligeni e Orlandinho continuou sendo no físico, em dois turnos, manhã e tarde, intercalados com um pouco de tênis. Na quinta e na sexta-feira cada um dos dois treinaram 45 minutos com Léo e outros 45 com Roig. Na próxima segunda-feira a dupla deve intensificar os treinos com bola. A pré-temporada deles irá até a segunda semana de fevereiro e, segundo Léo, o primeiro torneio dos dois tenistas está planejado para ser na Turquia.
 .
“A expectativa é muito boa. Eles estão tendo uma oportunidade de experimentar uma coisa fora da zona de conforto, uma nova experiência tenística, cultural. Pelo o que conversamos eles estão bem animados. Meu objetivo maior é que eles melhorem porque tenho certeza que, com a melhoria, vem o resultado. Estou conversando bastante com eles para tirar um pouco da pressão por resultados nesse começo e focar mais em melhorar. Eles são jovens e nessa idade a busca maior é pela melhoria, o resultado será consequência”, destacou Léo, que atuou por oito anos na USTA (Associação Norte-Americana de Tênis) e trabalhou na academia do ex-número 1 do mundo Juan Carlos Ferrero, de 2003 a 2006, também na Espanha.
.
“Estou muito feliz de estar aqui, está sendo uma experiência incrível. Cheguei na sexta-feira e já comecei a trabalhar, fiz algumas avaliações, treinos físicos intensos. Na segunda começamos a trabalhar com bola também. O preparador físico é muito bom e o Léo é um grande treinador, está sendo legal compartilhar essa experiência com ele. Ontem e hoje eu e o Felipe também treinamos 45 minutos com o Francis. Foi muito bom, ele entende muito de tênis e consegue passar bem as informações. Foi uma honra poder escutar o que ele tinha para falar sobre o que eu poderia melhorar no meu jogo. Queria agradecer a oportunidade que a CBT está me proporcionando de estar aqui. Está sendo incrível. Acabou de começar, mas já dá para sentir que o trabalho é diferenciado e que pode render frutos enormes no futuro”, ressaltou Orlandinho.
 .
Além de Meligeni e Orlandinho treinando em tempo integral, a BTT também funcionará como base para os tenistas brasileiros que estiverem disputando a gira europeia, através da parceria com a CBT.
.
“Eu encontrei o Orlandinho no aeroporto no dia que ele embarcou para a Espanha e deu para perceber que ele estava bastante motivado. Acredito que tanto ele quanto o Felipe irão aproveitar bem esta oportunidade que a CBT está proporcionando. A CBT está dando todo o suporte para eles treinarem na BTT, que é uma das principais academias de tênis do mundo. Também agradeço ao Léo Azevedo, que foi fundamental para a consolidação desta parceria”, afirmou o presidente da CBT, Rafael Westrupp.