Projetos em regime de urgência são votados na Câmara 

Projetos que autorizam doação de três áreas para a Caixa e empréstimo complementar para a construção da avenida Machado de Assis foram aprovados nesta quinta-feira.

Fotos: CMI/divulgação

Um novo empréstimo de R$ 4 milhões para complementar os recursos necessários à construção da avenida Machado de Assis e a doação de três terrenos para a construção de 400 apartamentos populares foram aprovados, em reunião extraordinária, pela Câmara Municipal de Itabira. Os vereadores discutiram e votaram os projetos, enviados em regime de urgência pelo prefeito, nesta quinta-feira, 18 de janeiro.

Itabira/MG – Dois secretários municipais, Ronaldo Lott (Obras) e Ilton Magalhães (Governo), participaram da reunião para explicar aos vereadores a necessidade de se aprovar as matérias o mais rápido possível.

No caso da construção da avenida Machado de Assis, a Câmara já havia autorizado a contratação de R$ 15 milhões junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para a primeira etapa das obras. Conforme o secretário Ronaldo Lott, ao formalizar o convênio a Prefeitura descobriu que poderia pegar mais R$ 4 milhões – por isso a necessidade de nova autorização legislativa.

A obra é dividida em duas etapas e vai interligar os bairros Hamilton e Gabiroba, passando pelo João XXIII e Machado. Parte do dinheiro a ser arrecadado com um leilão de lotes públicos, também aprovado na Câmara, se somará aos R$ 19 milhões emprestados para a construção dos dois trechos da avenida.

400 apartamentos
O outro projeto aprovado (PL 02/2018) permite à Prefeitura doar três terrenos públicos ao Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), gerido pela Caixa Econômica Federal. As áreas estão localizadas nos bairros Barreiro (18.544 m²), Fênix (7.889 m²) e Abóboras (18.320 m²), onde serão construídos 400 apartamentos para famílias de baixa renda (0 a 3 salários mínimos). Os terrenos fazem parte da contrapartida do município ao programa Minha Casa, Minha Vida e estão avaliados em R$ 3,6 milhões no total.

Conforme o presidente da Câmara, Neidson Dias Freitas (PP), os vereadores entenderam a relevância dos projetos e votaram com consciência. “Fica comprovada a articulação política que o governo empenhou para conseguir este resultado. Estamos falando em mais R$ 4 milhões para a avenida Machado de Assis, obra que vai gerar emprego, melhorar a mobilidade e valorizar toda aquela região. Sobre a doação de lotes, trata-se de uma obra que vai realizar o sonho de 400 famílias. Devido à relevância dos projetos, convocamos esta reunião extraordinária para que toda a documentação possa ser entregue aos órgãos competentes em tempo hábil”, declarou o presidente.

Líder de governo
Estreante como líder do governo, o vereador Carlos Henrique Silva Filho, Carlin (Pode), disse estar satisfeito com o resultado da votação. “Não podemos fugir da responsabilidade, sabendo que este ano será um ano também difícil, como foi 2017. Recebo a função de líder de governo como um desafio e minha meta é buscar a solução de conflitos. Este vai ser meu papel dentro da Câmara: buscar o diálogo e trabalhar da melhor maneira, sempre focado na melhoria da qualidade de vida do cidadão”, afirmou Carlin.