Hemodiálise: Representantes do HNSD vão em Brasília negociar recursos

Eles vão se reunir com o ministro da Saúde Ricardo Barros

Para dar conta da crescente demanda o Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), precisa aumentar a capacidade de operação da sua Hemodiálise. Na terça-feira, 6 de fevereiro, representantes da instituição se reunirão com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, para discutir a liberação de recursos para expansão do serviço em Itabira.

Itabira/MG – Atualmente, a Hemodiálise do HNSD comporta apenas 30 máquinas. Porém, para suportar a demanda de pacientes para os próximos cinco anos são necessárias ao menos 70 máquinas. O hospital já conta com um projeto arquitetônico para a expansão do setor, mas são necessários o aporte de R$ 4,2 milhões para custear as obras.

“Com esses recursos podemos aumentar a nossa oferta de serviços para assistência de pacientes que aguardam o tratamento e também para aqueles que estão fora de Itabira e querem voltar a fazer o tratamento próximo de seus familiares”, destaca Vaquimar Vaz, provedor do hospital.

A reunião com Ricardo Barros foi intermediada pelo deputado federal Mauro Lopes (PMDB). Na semana passada o parlamentar esteve em Itabira para visitar o HNSD e garantiu apoio para que a instituição possa viabilizar a construção da nova Hemodiálise. “Mauro Lopes será nosso interlocutor no encontro no Ministério da Saúde e devido a sua importância, capacidade política e experiência estamos acreditando que possamos ser contemplados com esse recurso”, avalia Vaquimar Vaz.