Homem morre na cachoeira após mal súbito

A vitima seria um homem de 51 anos, morador de Belo Horizonte.

Um homem morreu na cachoeira do Itancado, em Itambé do Mato Dentro, após sofrer mal súbito. A informação inicial era de um homem que morreu afogado, porém, pouco depois verificou-se que foi um mal súbito que ele sofreu quando nadava na cachoeira. O esclarecimento veio por intermédio do Corpo de Bombeiros.

Itambé/MG – A vitima seria um homem de 51 anos, morador de Belo Horizonte. O Sargento Laguna e o Soldado Shinayder, do Corpo de Bombeiros, estavam fiscalizando uma das quinze cachoeiras existentes na região e patrulhando a área quando ao encontrar com a ambulância da cidade de Itambé o motorista solicitou que fossem até o Balneário do Itancado onde havia uma vítima.

A vítima já estava fora da água e em cima de uma pedra coberta com um pano. Segundo testemunhas ela se encontrava dentro d’água quando passou mal e afundou. Todos pensaram que o homem estivesse mergulhando, pouco depois perceberem que ele se afogou em decorrência do mal súbito.

As testemunhas entraram na água e removeram o homem para a pedra tentando massagem cardíaca, mas nada adiantou e a vitima acabou morrendo.

Os três médicos que estavam no local constataram o óbito dele. Foi constatado que a vítima tinha água e espuma na boca e nariz, não havendo sinais de violência pelo corpo.

O corpo foi encaminhada para o PML (Posto Medico Legal), do Cemitério da Paz em Itabira.

Foto WhatsApp