Agente penitenciário atira em protesto de caminhoneiros

Disparos teriam sido feitos na BR 116, em Inhapim.

Um Agente Penitenciário acabou preso após fazer disparos em via pública quando passava por um protesto de caminhoneiros na BR 116, na região de Inhapim.

O agente foi conduzido por Policiais Rodoviários Federais para a delegacia regional de Caratinga, sob a acusação de efetuar disparos de arma de fogo durante uma manifestação de caminhoneiros na BR-116, em Inhapim.

Segundo um grupo de caminhoneiros o bloqueio era parcial, estava sendo feito no local e não impedia a passagem de ônibus, carros e motocicletas. Porém, o condutor de uma moto, que seria um agente penitenciário que passava pelo local, demonstrou irritação com o ato dos profissionais de transporte de carga.

Um dos caminhoneiros disse que o motoqueiro estava em alta velocidade, que o condutor foi informado da paralisação e que o agente não foi impedido de passar, mas sacou uma arma de fogo e efetuou dois disparos para o alto.

Neste instante agentes da Polícia Rodoviária Federal que estavam no local ouviram os tiros e deram voz de prisão ao motoqueiro, que foi identificado como sendo agente penitenciário. Ele foi levado para a Delegacia da Polícia Civil. Segundo o grupo de caminhoneiros o motoqueiro apresentava sinais de embriaguez, porém teria se recusado a fazer o teste do etilômetro e não foi comprovado.

Em tempo – A manifestação e o bloqueio parcial da rodovia, por parte dos caminhoneiros, tem o objetivo de reduzir o preço do diesel. Eles alegam que o preço do combustível tem retirado o ganho do frete dos caminhoneiros. Na região o ato também está sendo realizado no entroncamento das BRs-116 e 262, em Realeza, bem como acontece na BR 381, na região de João Monlevade, local onde a população tem apoiado o protesto e empresários doando água e alimentos. Na noite de segunda-feira dois costelões foram doados e assados às margens da rodovia, no local do protesto.

Fonte: Rede Alerta/Alex