Prefeito e Governo decretam ponto facultativo

Consequência da paralisação dos caminhoneiros

AL

O Governo do Estado de Minas Gerais determinou a suspensão das aulas na rede Estadual para esta sexta-feira (25). Outros setores devem realizar atendimentos como IPSM, Hospital Militar, Ipseng e Perícia Médica.

O Prefeito de Itabira Ronaldo Magalhães decretou ponto facultativo e situação de emergência por causa da greve dos caminhoneiros.

Devido ao desabastecimento de combustível em virtude do movimento de paralisação dos caminhoneiros, o prefeito Ronaldo Magalhães assinou na noite de hoje (24), a portaria nº 35, que declara ponto facultativo na Prefeitura de Itabira – Unidades Básicas de Saúde (UBS), setor administrativo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e escritório central da Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) – nos dias 25, 26 e 28 de maio.

Ronaldo Magalhães determinou ainda – decreto nº 1.626 – situação de calamidade e emergência pública em Itabira devido à escassez de óleo diesel, álcool e gasolina, já que há necessidade urgente de abastecimento da frota de veículos da Prefeitura para o atendimento dos serviços necessários nas áreas de saúde, educação, segurança, limpeza pública e abastecimento de água.

Sendo assim, de acordo com o documento, a Secretaria Municipal de Administração fica autorizada ao processo de compra – sem licitação – dos combustíveis, em pequenas quantidades, desde que suficientes para a manutenção da frota, com o objetivo de não paralisar os atendimentos essenciais.

Matéria relacionada

Acabou o combustível em postos de Itabira 

.