Malha ferroviária vem definhando há mais de cinco décadas

Solenidade apresenta Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras, que pretende discutir concessões e ampliar rede.

You Tube/Ilustração

Deputados e representantes da sociedade civil reforçaram a importância de se pressionar o governo federal, que anunciou a renovação antecipada das concessões de ferrovias no País, pela reforma e ampliação desse tipo de transporte.

O alerta foi feito em solenidade nesta quinta-feira (14/6/18) para a apresentação formal da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Criada pela Mesa no último dia 5, a comissão tem como presidente o deputado João Leite (PSDB). Ele explicou que debate público realizado em 2017 sobre o transporte de cargas e passageiros em ferrovias deixou clara a necessidade de se criar uma representação oficial na ALMG para debater o assunto e propor soluções.

Essa será, segundo o parlamentar, a função da comissão, que deverá colher informações e dados para subsidiar ações políticas em prol da ampliação do uso desse tipo de transporte.

“Se não agirmos agora, só teremos outra chance como essa daqui a 40 anos”, disse João Leite, em referência ao anúncio do goveno federal, que pretende renovar as concessões atuais por mais quatro décadas.

A renovação seria feita de forma antecipada, já que os contratos ainda não estão vencidos, para, ainda de acordo com anúncio oficial do governo federal, aumentar os investimentos. Por isso, os deputados e convidados presentes acreditam que esse é um bom momento para pressionar pela ampliação de rede mineira.

ALMG