Projeto que denomina “Praça do Minerador” é aprovado

O Projeto é de autoria do vereador Paulo Soares (PSB)

Os vereadores aprovaram nesta terça-feira (19) o Projeto de Lei 52/2018, do vereador Paulo Soares de Souza (PRB), que “Denomina Praça do Minerador a praça que especifica”. O projeto tem como objetivo denominar a praça conhecida como do Areão, onde está localizada uma locomotiva utilizada pela Vale na exploração do minério e também a placa do museu de território Caminhos Drummondianos, com o poema “O Maior Trem do Mundo”.

Itabira/MG – A ideia, explicou o autor do projeto, é prestar mais uma homenagem aos mineradores, profissionais que desde a fundação da Vale em Itabira vêm contribuindo para o desenvolvimento da economia local e também do país, já que a empresa é uma das maiores mineradoras do mundo.

Para Paulo Soares, que preside o Sindicato Metabase de Itabira e Região, que assiste os trabalhadores da Vale no município, a intenção é transformar o local num “museu a céu aberto”, ligado à mineração.

“Viemos agraciar mais uma vez o minerador, denominando a praça do Areão como a praça do Minerador. A ideia é fazer um museu a céu aberto, transformar lá num ponto turístico. Olha que interessante, a Vale colocou lá uma referência à ferrovia, mas não somos ferroviários, somos mineradores, colocou uma máquina lá que homenageia a Vale e não o minerador. Uma cidade mineradora que tem uma máquina como símbolo, nada contra os ferroviários, mas em homenagem aos companheiros da Vale, vamos classificar a praça do Areão como a Praça do Minerador”, defendeu o vereador.

Em sua justificativa, Paulo Soares diz que a Praça do Areão, é uma referência ligada a mineração e que uma estátua homenageando os mineradores pode ser instalada com a ajuda de empresas privadas.

“Além do nome, o vereador está em busca de recursos com empresas privadas para a construção de uma estátua em homenagem a estes profissionais e também de uma placa de identificação do local, sem gerar custos aos cofres públicos”, diz a justificativa.