Vereador questiona gastos da Câmara e quer rever uso da verba

Reginaldo das Mercês citou o gasto de R$ 400 mil com a Escola do Legislativo, exemplo de “gasto que precisa acabar”.

É comum o vereador Reginaldo da Mercês Santos (PTB) votar contrário aos relatórios contábeis da Câmara Municipal todo mês, e durante a reunião desta terça-feira (12) ele solicitou ao presidente Neidson Dias Freitas (PP) uma reunião com todos os vereadores para discutir o uso da verba anual destinada ao Poder Legislativo.

Itabira/MG – O vereador, que é oposição ao governo Ronaldo Lage Magalhães (PTB), disse ser contrário à forma com que o orçamento da Câmara Municipal está sendo administrado. De acordo com ele, existem gastos que são desnecessários e “precisam mudar”.

Sem entrar em detalhes ele citou o gasto de R$ 400 mil com a Escola do Legislativo, como “um dos exemplos de gastos que precisam acabar”.

“Nós temos que pensar mais do que nunca na diversificação econômica do nosso município, então a Câmara Municipal pode muito bem fazer a sua parte. Por isso quero reunir os vereadores para fazer a nossa parte. Não concordo com os gastos da Câmara, sempre votei contrário aos relatórios [contábeis] e quero uma discussão em cima disso. Um exemplo, uma Escola do Legislativo gastar R$ 400 mil por ano, vocês concordam com isso? Com tantos problemas no município. Vamos discutir o investimento, cada vereador tem uma opinião”, disse o vereador.

A reunião ainda não foi marcada pelo presidente da Câmara.