HCC realiza o terceiro mutirão de catarata

Desde sua abertura em 2015, esse é o terceiro mutirão realizado no hospital.

Visando o bem estar e maior qualidade de vida para a população local, em parceria firmada com a Secretaria Municipal de Saúde, o Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC) mantido pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), realizou em Itabira no mês passado mais um mutirão de cirurgias eletivas de catarata. Desde sua abertura em 2015, esse é o terceiro mutirão realizado no hospital.

Itabira/MG – De acordo com dados do Ministério da Saúde (MS), a catarata é a principal causa de cegueira no Brasil, a doença atinge 17% das pessoas com até 65 anos e 47% dos que têm entre 65 e 74. Só no Brasil, segundo levantamentos do MS, são realizadas mais de 450 mil cirurgias de cataratas por ano.  Durante as consultas, foram atendidos 254 pacientes, que passaram por procedimentos para verificação das condições clínicas. Aqueles que apresentaram os sinais de catarata foram encaminhados para a realização da cirurgia. Ao todo, 202 cirurgias de cataratas foram realizadas, incluindo procedimentos eletivos. Para verificar a efetividade dos resultados, os pacientes operados passaram por revisão médica no último sábado (14).

Para a enfermeira supervisora do Centro Cirúrgico, Viviane Ribeiro, a realização dessas cirurgias tem impacto direto no bem estar dos pacientes, possibilitando que muitos que estavam aguardando na fila há um longo tempo para realização do procedimento consigam realizar suas atividades normalmente. “Durante o mutirão, os pacientes receberam uma assistência qualificada e segura. A realização dos procedimentos gera um alto impacto na qualidade de vida da população, oferecendo aos pacientes a oportunidade de recuperarem a sua visão, voltando a ler, desenvolver as suas atividades diárias e viver com qualidade”, ressaltou Viviane.

Maria de Fátima Horta foi uma das pacientes que realizaram o procedimento durante o terceiro mutirão de catarata do HMCC. “Estou muito feliz com a cirurgia, antes eu não conseguia ficar sem utilizar os óculos de grau. Hoje, após o procedimento, estou enxergando sem os óculos e já noto melhorias no meu cotidiano”, contou a paciente operada durante o mutirão, Maria de Fátima Horta.

O paciente Gregório Murilo de Oliveira também foi operado durante o mutirão, Para ele, o preparo da equipe do HMCC foi muito importante para tranquilizar todos. “Eu me sinto muito bem após a cirurgia, não tive nenhum tipo de dor e a equipe me tratou muito bem. O acolhimento por parte da equipe foi muito importante do início ao fim do procedimento”, concluiu o paciente.

O HMCC

Com 81 leitos, o hospital atua nas áreas de internação, UTI, cirurgia geral, urgência e emergência em obstetrícia, maternidade e apoio ao diagnóstico, além de uma série de outros atendimentos ambulatoriais e cirúrgicos, tudo pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Para isso, conta com mais de 450 colaboradores, entre equipes médicas multidisciplinares e administrativas, capacitados e prontos para atender aos pacientes.