Presídio tem motim e PM vai em apoio

Confusão aconteceu nesta madrugada (6) no presídio de Itabira

Na madrugada desta segunda-feira, 6 de agosto de 2018, por volta de 1h30, o COPOM (Central de Operações da Policia Militar), recebeu uma solicitação para enviar reforço Militar aos Agentes penitenciários já que no local estava acontecendo um principio de motim por parte de alguns detidos. A unidade prisional fica na localidade do Rio de Peixe, em Itabira.

Itabira/MG – Segundo informações os presos estavam concentrados em um dos pavilhões e aos gritos, fazendo ameaças e reivindicações de melhorias para o local. Um tempo depois, no pátio externo, viaturas do Tático Móvel e da Ronda Ostensiva Com Cães Adestrados (ROCCA) já se posicionavam do lado de dentro do portão aguardando para que, em caso de ter que conter os presos, pudesse agir rápido.

As informações são que a motivação do motim teria sido iniciada devido ao corte de energia das celas, ordenado pela direção do presídio, que vem acontecendo todas as noites.

A Policia Militar, já presente no pátio da unidade prisional, aguardava que o procedimento de entrar no pátio do presídio, por parte dos agentes acontecesse, quando por volta de 2h30 eles iniciaram a entrada no local; momento que os detentos arremessavam objetos contra os agentes no pavilhão e no pátio.

Um dos detentos da cela quatro fez duras ameaças contra outro preso do local com dizeres que vão acertar as contas quando estiverem fora do presidio. Toda a confusão foi contida logo em seguida. Um registro do fato foi confeccionado e repassado para o Delegado de plantão, para que o mesmo tomasse as providencias cabíveis ao fato.

Segundo informações o local que foi construído para abrigar cerca de 200 presos – hoje já se encontra com aproximadamente 450 entre condenados e em condições provisórias – quase três vezes a sua capacidade.