Torneio de xadrez aguça raciocínio de crianças e adolescentes

O torneio de xadrez figurou mais uma etapa da 2º Gincana do Programa Conexão Jovem

Acom/PMI

Olhares atentos, movimentos precisos, xeque-mate. Durante a manhã e começo da tarde desta terça-feira (7), estudantes estiveram concentrados em partidas de xadrez no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino, no Centro. A disputa amistosa reuniu dezenas de participantes e foi realizada pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME).

Itabira/MG – O torneio de xadrez figurou mais uma etapa da 2º Gincana do Programa Conexão Jovem, que está chegando ao fim. A final da competição recreativa ocorre na próxima segunda-feira (13), na Associação dos Técnicos Industriais da Vale (Ativa) – Avenida Ipiranga, 500, bairro Amazonas – das 8 às 17 horas.

Gil César Coutinho Silva, professor municipal de Educação Física, cita que o xadrez é trabalhado em duas disciplinas na rede pública: na que leciona e em matemática. A seu ver, o jogo de tabuleiro desenvolve ora o raciocínio lógico-matemático da criança, ora a socialização e respeito com colegas. “É mais uma ferramenta de aprendizagem que a escola utiliza”, enfatizou.

O argumento de Gil César é confirmado pela aluna Ana Vitória Rocha Coelho, 14, do 8º ano da Escola Estadual Trajano Procópio (Premen), no Água Fresca. Ela, que se destacou nas partidas, conta que aprendeu a jogar em família, aos sete anos. “Eu creio que se você joga xadrez, você tem maior facilidade com cálculos, pensa melhor antes de agir, aplica o que aprende na vida de forma geral”.

O torneio de xadrez envolveu estudantes de 11 escolas, tanto municipais, quanto estaduais. Na categoria masculino, foi campeão o aluno Mateus Henrique Correa, do Premen. Na modalidade feminina, Franciele Vieira, da Escola Municipal José Gomes Vieira, do bairro Santa Ruth, ocupou o primeiro lugar.