Itabirano tem cabeça arrancada por menores em Valadares

Um dos menores suspeitos do crime foi quem acionou a Polícia Militar

O corpo de um itabirano foi localizado esquartejado, sem a cabeça, braços e o coração, dentro da casa dele em Governador Valadares, na região Leste de Minas Gerais.

Valadares/MG – O crime foi confirmado pela Policia Militar nesta terça-feira (18). A vítima estava no interior da própria casa. Faltava partes do corpo. Um dos menores suspeitos do crime foi quem acionou a Polícia Militar.

A vitima identificada como Noé Rosa da Cruz, de 47 anos, morava no bairro das Palmeiras. Os suspeitos do crime são dois menores de 15 e 16 anos, que são primos.

O acionamento da Policia Militar foi feito pelo menor de 15 anos. Quando a PM chegou ao local os dois adolescentes estavam na porta, dando gargalhadas. O Sargento Romilson Vieira disse que ao perguntar os menores qual o motivo da brincadeira em frente o local do crime, nada foi dito. Ao verificar no interior da casa o corpo foi encontrado decapitado.

De acordo com a PM, a motivação teria sido uma rixa entre a vítima e os dois menores. A vítima teria agredido um dos adolescentes no início deste mês, e acusado o outro de furto.

O Militar relatou que um dos menores teria dito que aconteceu uma briga entre ele e a vitima fatal, que teria sacado um faca para ele na época, mas que isso já era passado.

Diante de tal situação e percebendo nervosismo, os Militares decidiram levar os menores para a delegacia com o intuito de prestarem maiores esclarecimentos.

Na presença da mãe um dos adolescentes acabou confessando que eles mataram Noé, em seguida apontou onde estava a cabeça da vítima.

As investigações vão ficar a cargo do Delegado de Crimes Contra a Vida. Um inquérito foi instaurado para apurar os fatos. O Corpo da vítima foi levado ao Posto Médico Legal (PML), da referida cidade, para ser feito o exame de necropsia.