Candidatos de Itabira e cada votação

Sem consenso entre eles, a cidade, mais uma vez, não elegeu ninguém.

A falta de consenso entre os candidatos acabou não elegendo ninguém em Itabira. Alguns destes já entraram sabendo que não teriam chance alguma, mas, o direito de se candidatarem pensou mais alto ao invés de pensarem no coletivo e nos itabiranos.

Itabira/MG – Sem conseguir consenso entre as partes na época, o vereador e presidente da Câmara de Vereadores Neidson Dias Freitas preferiu nem lançar candidatura e ficou de fora observando as campanhas e os resultados.

Numa reunião no Sindicato Rodoviário, na montagem das coligações e sem consenso, mais uma vez Itabira ficaria sem eleger representantes na ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais).

Itabiranos foram em peso cumprir papel cívico

Os Deputados que trabalharam e mantiveram suas bases sólidas conseguiram se reeleger, foi o resultado para 46 deles que permaneceram na assembleia; já 31 novos deputados entraram agora e podem iniciar os trabalhos nos próximos quatro anos.

Números

O Deputado Estadual Raimundo Nonato Barcelos, “Nozinho”, tentando sua reeleição pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), obteve um total de 40.648 votos, sendo em Itabira 7.563. Ele acabou ficando como terceiro suplente da coligação.

Bernardo Mucida, tentando uma vaga para Deputado Estadual, obteve 34.797 votos pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), e foi o mais votado em Itabira com 24.996 votos. Ele ficou como primeiro suplente da coligação.

Em tempo – Bernardo Mucida ainda tem grandes chances de assumir como Deputado, claro que isso vai depender de quem levar o Governo do Estado de Minas Gerais (Romeu Zema ou Antônio Anastasia em 28/10). Caso o titular da vaga de deputado seja chamado para assumir algum cargo de secretario dentro do Governo de Minas, o suplente assume. Neste caso podendo ser Mucida. Um pouco mais difícil, mas não impossível, da mesma forma pode ocorrer com Nozinho que ficou como terceiro suplente.

Outros por Itabira

O vereador Rodrigo Alexandre Assis Silva, “Rodrigo Diguerê” (PRTB), obteve 9.492 votos no total. Nas urnas em Itabira foram 7.011 votos.

O candidato Elias Lima (PMN) obteve 5.362 votos. Nas urnas de Itabira foram 4.871.

O ex-vereador Toninho da Pedreira (PPS) obteve 3.100 votos. Nas urnas de Itabira 2.820.

O vereador Reinaldo Lacerda (PHS) obteve 3.563 votos. Nas urnas de Itabira 2.512.

A itabirana Camila Sgarbi Araújo (PROS) obteve 885 votos. Nas urnas de Itabira teve 615.

Com informações: Silvio Andrade

Matérias relacionadas: 

Tito Torres é eleito; Nozinho e Mucida não conseguem 

Entre campeões de votos, três são novatos na ALMG 

Índice de renovação na ALMG ultrapassa 40%