Colisão na BR 381 deixa um morto e um ferido

A vitima ferida foi socorrido ao Hospital Margarida, em Monlevade.

O acidente aconteceu na altura do km-311 da rodovia federal BR-381, na região que pertence à cidade de Antônio Dias e deixou um saldo de uma vitima fatal e outra ferida.

BR 381 – A vitima ferida foi retirada do caminhão e socorrido ao Hospital Margarida em João Monlevade.

O acidente aconteceu na noite de sexta-feira, 2 de novembro de 2018, por volta de 19h30 em frente a Lanchonete e Restaurante Encosta da Pedra, na localidade da Prainha.

Relatos do motorista que estava no caminhão Mercedes Benz, cor branca, placa de Belo Horizonte (MG) e que ele seguia sentido ao Vale do Aço quando na descida deparou com a carreta Scania G 380, cor vermelha, placa de Itapeva (SP), que teria invadido a mão contraria e colidido de frente.

Segundo informações o motorista da carreta Scania, Eduardo Souza, contou que subia sentido a Nova Era quando deparou com algo a sua frente, não identificado por ele na pista. Ao desviar acabou invadindo a mão contraria e batendo de frente com o caminhão baú. Ele sofreu leves ferimentos pelo corpo, sentia muitas dores na região do tórax e foi levado em uma ambulância para o Hospital Margarida em João Monlevade.

Motoristas que passavam pelo local acionaram o Grupo de Atendimento Voluntário de Emergência (GAVE), de Nova Era. De imediato eles foram ao local e depararam com a vitima presa nas ferragens da cabine. A vitima estava consciente, respondendo as perguntas dos socorristas e aguardando a chegada dos Militares do Corpo de Bombeiros das cidades de Timóteo, Coronel Fabriciano e de Itabira que compareceram ao local e o retiraram da cabine do veículo. A equipe do SAMU compareceu ao local e iniciou os trabalhos de reanimação da vitima, mas ela não resistiu e acabou morrendo.

A vitima aguardou por mais de uma hora a chegada dos Bombeiros, mas quando foi retirada da cabine do caminhão tinha um politraumatismo seguido de parada cardiorrespiratória. Minutos depois ele não resistiu e veio a óbito.

A Policia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local controlando todo o transito e registrando a ocorrência. Eles desviaram o trafego de veículos para o acostamento. Toda a cena do acidente foi preservada, aguardando a chegada da pericia técnica da Polícia Civil.