Com médico da Seleção, Simpósio da CBF debate medicina esportiva

Rodrigo Lasmar participou de Simpósio de Educação Continuada da Comissão Médica e de Combate à Dopagem

Rodrigo Lasmar - médico da seleção brasileira/Crédito: CBF divulgação

Médico da Seleção Brasileira, o doutor Rodrigo Lasmar ajudou a detalhar, nesta segunda-feira (26), o trabalho realizado pela comissão técnica durante a Copa do Mundo de 2018. O debate fez parte do IV Simpósio de Educação Continuada da Comissão Médica e de Combate à Dopagem, que teve início nesta manhã e segue com programação completa até a terça-feira (27).

Lasmar falou sobre os desafios impostos à comissão técnica durante uma competição como a Copa do Mundo. Desde a escolha da sede em Sochi até a atuação dentro de campo, muitos dos detalhes do trabalho médico por trás da Seleção foram expostos.

Antes da Copa do Mundo, três atletas se apresentaram lesionados: Neymar, Fagner e Douglas Costa. Por seis semanas, Neymar ficou sem descarga de peso, mas se apresentou plenamente apto para treinos físicos. Mas ainda vinha em um processo de recuperação física.

– Com o tempo de descondicionamento que ele teve, de dois meses praticamente sem atividade de campo intensa, você demora a readquirir sua condição física.

Outra novidade apontada foi a presença fixa de um ultrassonografista com a Seleção Brasileira antes e durante a Copa do Mundo. Douglas Costa, por exemplo, se apresentou à Seleção dois dias depois de ter um estiramento muscular no bíceps. Neste momento, se mostrou importante a estratégia de ter um ultrassonografista. Mesmo sem acusar uma lesão no momento, o atacante teve o estiramento diagnosticado assim que se apresentou ao grupo da Copa do Mundo. O diagnóstico rápido permitiu a recuperação de Douglas para que ele pudesse atuar ainda na Copa do Mundo.

A medicina esportiva na imprensa

Com a presença do jornalista Igor Siqueira, do Jornal O Globo, e de Douglas Lunardi, diretor de Comunicação da CBF, outro tema debatido foi a relação entre a imprensa e a medicina esportiva. Os médicos trocaram experiências sobre situações delicadas envolvendo a imprensa e o tratamento médico de atletas.

Também presente nesta mesa, Rodrigo Lasmar reforçou a necessidade de, mesmo dentro de um contexto esportivo, manter-se fiel ao código de regras e ética da medicina. Essa postura vai desde o atendimento a concussões dentro de campo à postura fora dele, ao comentário de diagnósticos e casos de outros médicos.

Um dos casos mais discutidos foi, é claro, a lesão de Neymar antes da Copa. Igor Siqueira ressaltou a urgência com a qual os jornais trataram o fato, gerando uma corrida desesperada por uma primeira palavra da equipe médica da Seleção. Rodrigo Lasmar, por sua vez, firmou que nem sempre é possível dar as respostas esperadas pela imprensa, como tempo de recuperação, quando o jogador volta, entre outros prazos.

Futebol feminino

Outra mesa que teve como tema a Seleção Brasileira foi a que discutiu o desenvolvimento do futebol feminino. Responsável pela Seleção Principal Feminina, o médico Nemi Sabeh pontuou a necessidade de evolução da preparação física do futebol feminino.

Ele ainda detalhou a maneira como os exames realizados na Seleção Feminina são organizados e combinados para ter um perfil de cada atleta. Entre os principais temas debatidos estiveram as diferenças físicas e fisiológicas entre homens e mulheres, o nível de desenvolvimento físico das mulheres no futebol e o uso da medicina neste caso.

Médica do Corinthians, atual campeão brasileiro de futebol feminino, Cristiane Gambre Franco Ferreira contou um pouco dos desafios enfrentados pelo clube para adaptar o seu departamento médico à modalidade, criada no time em 2016. A presença de mulheres nas comissões técnicas de futebol feminino foi muito discutida, assim como seus prós e contras em uma equipe feminina.

As duas mesas encerraram o primeiro módulo do Simpósio Médico da Comissão de Médicos da CBF. O evento, que é aberto à imprensa, continua na tarde desta segunda-feira e segue na terça-feira. Confira a programação completa.

Módulo II – Coordenador: Roberto Vital

14h30 – 15h | Nutrição e Futebol.
Moderador – Serafim Borges.
Participantes: Guilherme Oliveira e Flavia Pinho Teixeira.
15h – 15h30 | Categorias de base: Cuidados médicos específicos? Integração com o Departamento Médico Profissional é viável?
Moderador – Michel Youssef .
Participantes: Rai Alves da Cruz e Fabricio Melo Bertolini.
15h30 – 16h | Importância e rigor da avaliação pré-temporada e na contratação de novos atletas.
Moderador: Michael Simoni
Participantes: Luciano Moreira Rosa e Alexandre dos Santos Cabral.
16h – 16h30 | COFFE BREAK

Módulo III – Coordenador: Roberto Nishimura

16h30 – 17h | Terapia por ondas de Choque no Futebol.
Moderador: Paulo Roberto dos Santos.
Participantes: Luiz Renato Brand e Jean Klay.
17h – 17h30 | O papel da ultrassonografia nas lesões do Futebol. Diagnóstico ou Acompanhamento?
Moderador: André Fukunishi Yamada.
Participantes: João Paulo Gazarini e Henrique Bastos.
17h30 – 18h | Depressão e Atletas de Futebol: Sub-diagnosticada?
Moderador: André Guerreiro.
Participantes: Gustavo Korte e Samuel Ricardo Banaszeski.
18h – 18h45 | Visão dos Clubes em relação ao controle de Dopagem? Há dificuldades?
Moderador: Fernando Solera.
Participantes: Márcio Tannure, Felix Drumond e Luciano Hostins.

27/11 – 3ª FEIRA
Módulo IV – Coordenador: Moises Cohen

8h às 11h30 | Lesões traumáticas no Futebol – Casos Clínicos
8h – 8h30 | Importância do banco de dados no futebol.
Gustavo Arliani.
8h30 – 9h | Concussão Cerebral. Estamos seguindo os protocolos?
Moderador: Jorge Pagura
Participantes: Mauro Moreira e Marcio Marques Dornelles.
9h – 9h30 | Lesões de Joelho I (LCA e Menisco).
Moderador: Moisés Cohen
Participantes: Ricardo do Carmo Bastos e Sergio Campolina.
9h30 – 10h | Lesões no Joelho II (LCM).
Moderador: Luis Fernando Funchal.
Participantes: Roberto Nishimura e Gleyder Jose Nunes de Souza.
10h – 10h30 | Lesões no Pube.
Moderador: André Pedrinelli.
Participantes: Jose Silvério Nunes da Fonseca e Victor Baitelli.

10h30- 11h – COFFE BREAK

Módulo V – Coordenador: André Pedrinelli

11h – 11h30 | Lesões de pé.
Moderador: Fábio Krebs.
Participantes: Maeterlinck Rego e Henrique José Bastos Pinheiro.

11h30 – 12h | Lesões Musculares.
Moderador: Paulo Lobo.
Participantes: Jorge Merouço e José Wilson Serbino.
12h-12h30 | Critérios para retorno ao futebol após lesão.
Moderador: Ivan Grava.
Participantes: Charles Oliveira e Douglas Santos.
12h30-13h | Jogos pela manhã: Como se preparar para manter um bom desempenho?
Moderador: Gustavo Magliocca.
Participantes: Marcos Vinicius Santos Limas e Rodrigo Hoffmeister Silva.

13h | Encerramento – Jorge Pagura e Comitê.
13h15 – BRUNCH