HMCC realiza semana de procedimentos oftalmológicos

Cerca de 300 pacientes, que aguardavam na “fila” há algum tempo, passaram por procedimentos que .possibilitaram o retorno às suas rotinas

Semana de procedimentos oftalmológicos. HMCC/ divulgação

Tendo sempre como objetivo principal o bem estar da população local, o Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC), administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), realizou mais um mutirão de cirurgias oftalmológicas entre os dias 17 e 22 de dezembro. Durante os seis dias de realização, cerca de 300 pacientes foram atendidos e submetidos à cirurgias para o tratamento de doenças como a catarata, glaucoma, pterígio, calázio, lesões de pálpebras e estrabismo.

Durante o mutirão, os pacientes receberam uma assistência qualificada e segura. A realização das cirurgias gera um alto impacto na qualidade de vida da população. “Os procedimentos cirúrgicos são considerados simples e realizados de forma rápida. Os pacientes são liberados no mesmo dia e, seguindo todas as orientações de pós-operatório, a recuperação também é rápida, o que possibilita o retorno, quase que imediato, à sua rotina”, explicou a enfermeira supervisora do Centro Cirúrgico do HMCC, Viviane Ribeiro.

A FSFX, junto ao HMCC, tem investido na qualidade da estrutura do hospital, nos equipamentos adquiridos e na qualificação de suas equipes. “Temos o intuito de proporcionar à população local um atendimento qualificado e zerar a fila de procedimentos dessa natureza em Itabira e região.

Nesta semana do mutirão, conseguimos realizar muitas cirurgias de catarata e outros procedimentos oftalmológicos, o que nos trouxe uma grande satisfação. Encerramos o ano de 2018 com um balanço bem positivo, pois planejamos, nos organizamos e concluímos o atendimento a uma parcela considerável da população regional”, afirmou a superintendente do HMCC, Ana Rosa dos Santos.

Sobre o HMCC – Com 74 leitos, o hospital atua nas áreas de internação, UTI, cirurgia geral, urgência e emergência em obstetrícia, maternidade e apoio ao diagnóstico, além de uma série de outros atendimentos ambulatoriais e cirúrgicos, tudo pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Para isso, conta com mais de 370 colaboradores, entre equipes médicas multidisciplinares e administrativas, capacitados e prontos para atender aos pacientes.