Vale anuncia a vereadores que vai implantar Plano de Ação

O gerente das Minas de Itabira, Rodrigo Chaves, recepcionou a caravana do legislativo Itabirano numa sala dentro das instalações da Mina de Conceição.

Ascom/CMI

Os vereadores visitaram nesta segunda-feira (18) a barragem do Itabiruçu, dentro do complexo de minas Conceição da Empresa Vale. O gerente das Minas de Itabira, Rodrigo Chaves, recepcionou a caravana do legislativo Itabirano numa sala dentro das instalações da Mina de Conceição quando foram apresentados dados das barragens de Itabira, com especial atenção para a barragem do Itabiruçu. O engenheiro responsável técnico pela barragem, Quintiliano Guerra, explicou como é feito o monitoramento da estrutura e os dados das inspeções, que passaram a ser diárias após a tragédia de Brumadinho. De acordo com ele, as barragens de Itabira estão classificadas como seguras dentro das normas da Agência Nacional de Mineração – ANM. As auditorias externas, explicou o engenheiro, são realizadas semestralmente e informadas à ANM e à FEAM – Fundação Estadual do Meio Ambiente.Rodrigo Chaves, por sua vez, informou que a Vale já deu inicio à campanha de lançamento do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM), que será apresentado à comunidade a partir do dia 27 de fevereiro. De acordo com Rodrigo Chaves, a Vale está realizando encontros semanais com órgãos do município, entidades, instituições e representações de categorias para explicar o processo de monitoramento e segurança, além de informar como vai ser a implantação do PAEBM. Segundo Chaves, já foram cadastrados 5 mil imóveis nas regiões das barragens do Itabiruçu e do Pontal, que serão as primeiras a receberem o PAEBM. O gerente também esclareceu que os próprios funcionários da Vale estão sendo levados às visitas na barragem do Itabiruçu, como foi nesta segunda-feira. Cerca de 100 funcionários estavam na barragem na mesma hora em que os vereadores chegaram. O presidente da Câmara, vereador Heraldo Noronha (PTB) destacou que a visita foi importante para mostrar à empresa que a população está muito preocupada com a segurança das estruturas. De acordo com ele, a empresa deve compartilhar os dados de segurança com a população, assim como um plano de ações para as comunidades do entorno das barragens.

“Esperamos agora, que a Vale comesse a informar a população sobre esse monitoramento que ela mesmo faz. O Rodrigo Chaves demonstrou que a empresa está seguindo as normas da mineração e vamos continuar cobrando essas informações para a população”, disse Heraldo.

O vice-presidente da Câmara vereador Reinaldo Lacerda (PHS), disse que espera mais transparência da Vale em relação ao processo de alteamento da barragem do Itabiruçu. “Estamos cobrando essa transparência da Vale em relação às informações sobre a situação das barragens, inclusive com Projeto de Lei. Agora vamos esperar que a empresa comece a divulgar, mas pretendo seguir em frente com o Projeto de Lei que obriga a apresentação dos dados e a implantação do Plano de Contingência”, afirmou Lacerda.

Nesta terça-feira (19), Rodrigo Chaves confirmou que vai participar da reunião ordinária da Câmara e anunciar as medidas que serão tomadas junto ao município.

Matérias relacionadas

Barragem do Itabiruçu tem movimentação intensa em Itabira 

Presos oito funcionários da Vale, um em Itabira

Itabiruçu recebe Fiscalização Federal do CREA-MG

Porta fechada; Vale reúne Defesa Civil, Bombeiros e Meio Ambiente da PMI

Câmara aprova audiência pública sobre barragens

Barragens: Interassociação de bairros cobra explicações da Vale

Gerente geral da Vale em Itabira deve ir à Câmara no dia 19

Civil prende engenheiros que prestaram serviço à Vale

Corpo de itabirano é localizado após desastre ambiental

60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho

Ronaldo vai cobrar da Vale diagnostico das Barragens em Itabira

Brumadinho: Sirenes são acionadas durante a madrugada

Sindicato dos Vigilantes cobra da Vale e autoridades urgência em Brumadinho

Brumadinho ainda tem 299 pessoas desaparecidas

Rompimento de barragem em Brumadinho aumenta alerta em Itabira

Nota do Metabase sobre rompimento de barragem em Brumadinho

Justiça bloqueia R$ 1 bilhão da Vale

Rompimento de barragem em Brumadinho