Lotérica perde 51 mil em golpe de estelionato

O caso será investigado pela Policia Civil

Uma casa loterica acabou perdendo cerca de R$ 51 mil reais ao cair no golpe aplicado por um estelionatário muito esperto e calculista através do Whatsapp.

O crime aconteceu na cidade de Mesquita, tendo como vítima a proprietária e uma funcionaria de uma casa lotérica que foram facilmente enganadas por um estelionatário através de mensagens de Whatsapp induzindo as vitimas a fazerem depósitos em contas bancarias de varias pessoas – comparsas – como se fossem funcionários da Prefeitura de Mesquita.

Na última quinta-feira  (14), por volta de 8h30, na casa lotérica a funcionaria de 24 anos recebeu a ligação do criminoso se passando pelo atual prefeito, onde alegava que estava com problemas com a agência bancária e não conseguia efetuar o pagamento dos servidores públicos.

Assim o estelionatário perguntou se poderia efetuar o pagamento dos funcionários através de depósitos feitos pela lotérica. A funcionária disse que só a proprietária teria a autorização para realizar a transação, assim ela passou o número telefônico da proprietária para o bandido.

Passado algum tempo a funcionária recebeu a ligação da proprietária, que estava viajando, dizendo que o prefeito iria comparecer na lotérica para resolver a questão dos pagamentos.

Para fortalecer o crime o bandido enviou mensagem confirmando o suposto depósito na conta da lotérica. Logo depois, de outro número com a foto da dona da lotérica, entrou em contato com a funcionaria através de mensagem confirmando o depósito e falando que poderia efetuar os pagamentos.

O bandido começou a enviar fotos de cartões bancários com os números das contas e valores que deveriam ser depositados. Em determinado momento a agência bancária, desconfiada da situação com todas aquelas movimentações, bloqueou os depósitos.

A funcionária então ligou para a proprietária da lotérica e durante a conversa perceberam que haviam caído em um golpe.

Somente neste momento que perceberam que a funcionária da casa lotérica já tinha efetuado um total de 35 depósitos em contas diferentes, totalizando cerca de R$ 50.763,66.

Os Militares apreenderam 35 comprovantes de depósitos com números de contas e nomes dos beneficiários cúmplices. O caso será investigado pela Policia Civil.

Written by Átila Lemos