Possível transferência da Mercedes-Benz preocupa deputados

Requerimento propõe audiência para avaliar perigo de saída da montadora para São Paulo ou Espírito Santo.

Guilherme Bergamini/ALMG

A possibilidade de a montadora de veículos Mercedes-Benz transferir sua unidade do município de Juiz de Fora (Zona da Mata) para fora de Minas Gerais está preocupando os deputados mineiros. Em reunião realizada nesta terça-feira (13/3/19), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a Comissão do Trabalho, da Previdência e da Assistência Social aprovou requerimento para discutir a questão, em audiência pública.

O requerimento é de autoria dos deputados Betão (PT), Celinho Sintrocel (PCdoB), presidente da comissão, e Coronel Henrique (PSL). De acordo com os parlamentares, há possibilidade de que a Mercedes-Benz transfira suas atividades para São Paulo ou para o Espírito Santo.

Além desse requerimento, foram aprovados também solicitações para audiências públicas sobre as seguintes questões:

  • Situação dos servidores do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) em razão do Projeto de Lei (PL) 367/19, do Executivo, que trata da reforma administrativa do Estado (requerimento de autoria do deputado Betão);
  • impactos da reforma da previdência na vida dos trabalhadores rurais (de autoria da deputada Leninha, do PT);
  • precarização das relações de trabalho na cafeicultura, assim como casos de trabalho análogo à escravidão na cadeia produtiva do café (de autoria da deputada Beatriz Cerqueira, do PT);
  • processo de fechamento das bases de atendimento, operação e manutenção da Cemig no interior do Estado (proposto por Celinho Sintrocel);
  • a situação do Ipsemg (requerimento de Celinho Sintrocel);
  • situação da assistência social no município de Divinolândia de Minas (Rio Doce), em audiência pública a realizar-se nesta cidade (proposto por Celinho Sintrocel);
  • Estatuto do Trabalho que tramita no Congresso, proposto pelo senador Paulo Paim, do PT-RS (solicitada por Celinho Sintrocel);
  • Plano de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana do Vale do Aço (PDDI-RMVA), a ser discutido em audiência pública no município de Coronel Fabriciano (proposto pelo presidente da comissão);
  • modificações nos ajustes das proteções de linhas e redes elétricas da Cemig (Celinho Sintrocel);
  • balanço e impactos da Lei Federal 13.467, de 2017, que promoveu mudanças na legislação trabalhista e sindical do País (Celinho Sintrocel);
  • condições de trabalho e a regulamentação da profissão de cuidador de idoso (Celinho Sintrocel);
  • propostas de mudança na previdência – em especial, a PEC 6 e as Medidas Provisórias 871 e 873, todas de 2019, apresentadas pelo governo federal – e seus impactos e efeitos sobre os trabalhadores e as trabalhadoras rurais (Celinho Sintrocel);
  • reforma da previdência e seu impacto para os servidores públicos (Celinho Sinttrocel e Marília Campos, do PT);
  • reforma da previdência e seu impacto para as trabalhadoras e trabalhadores aposentados e da ativa, do INSS (Celinho Sintrocel e Marília Campos);
  • situação atual das perícias médicas do INSS, bem como as altas e cancelamentos de benefícios previdenciários, em audiência pública no município de Timóteo, no Vale do Aço (Celinho Sintrocel e Marília Campos);
  • proposta de reforma da previdência apresentada pelo governo federal (deputados Cristiano Silveira, do PT, e Celinho Sintrocel);
  • reforma da Previdência referente ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), que aumenta a idade para acesso, altera o valor e desvincula do salário mínimo (deputados André Quintão, do PT, e Celinho Sintrocel).

Written by Michele