Cabeleireiro é acusado de acariciar órgão genital de menor

O caso será investigado

A Policia Militar foi acionada por um menor de 17 anos para registrar uma ocorrência de assédio sexual. Ele disse que no sábado (11), por volta das 15h, após cortar o cabelo teve seu órgão genital acariciado pelo cabeleireiro de um estabelecimento situado no bairro Amazonas, em Itabira (MG).

O acusado não foi localizado para explicar a sua versão sobre o caso. Aos policiais o menor relatou que após cortar o cabelo foi pagar pelo serviço, foi quando o cabeleireiro, aproveitando que ambos estavam sozinhos, teria acariciado seu pênis.

O adolescente afirmou que se assustou com a atitude do cabeleireiro, e de imediato procurou a delegacia de Polícia Civil onde foi orientado a acionar a Polícia Militar.

Os policiais foram até a barbearia, mas o local já estava fechado e o acusado não foi encontrado para prestar esclarecimentos. A ocorrência, registrada pelos policiais, foi encaminhada para a delegacia que agora vai investigar o caso.