Simulado em Barão tem protesto e nariz de palhaço

Moradores, revoltados, aproveitaram a realização do simulado para protestar contra a Vale.

Crédito fotos: Repórter Heitor Bragança

A Defesa Civil estadual realizou na tarde deste sábado (18) mais um simulado de rompimento de barragem na cidade de Barão de Cocais (MG). Em fevereiro a barragem Sul Superior da mina de Gongo Soco, pertencente à mineradora Vale, teve seu nível elevado para 2 (alerta). Na época, os moradores das áreas de risco tiveram que deixar suas casas.

Atualmente a barragem está em nível 3 (risco de rompimento). Nesta semana a situação se agravou ainda mais, após a ameaça de um talude da mina se romper. No primeiro simulado ocorrido no município no dia 25 de março houve a participação de 60% da população, um total de 3.626 pessoas. Mas hoje, desestimulados e desesperançosos, só 26,75% (1.625) dos Cocaienses participaram.Seja pela pouca assistência ou transparência nas ações da Vale, ou pelo fato de não verem uma saída rápida para a situação, o simulado também foi palco de manifestações. Muitos moradores, usando narizes de palhaço e com faixas e cartazes, gritaram e protestaram bastante contra a mineradora.

Nem a notícia da multa milionária aplicada pela justiça minimizou o sofrimento dos moradores.Veja abaixo os números do simulado em Barão de Cocais
EFETIVO TOTAL EMPREGADO: 424
– CEDEC: 08
– Defesa Civil Municipal: 08
– PMMG: 24
– CBMMG: 19
– VALE/Contratados: 350
– Profissional de Assistência Social: 15

VIATURAS E VEÍCULOS EMPREGADOS
– CEDEC: 03
– PMMG: 12
– CBMMG: 05
– Aeronaves: 01
– Ambulâncias: 08

TEMPO DE DESLOCAMENTO
– Início: 15h
– 1ª pessoa a chegar em um Ponto de Encontro: 15h01
– Última pessoa a chegar em um Ponto de Encontro: 15h49
– Final da evacuação da área de risco: 15h43

ATENDIMENTOS DE SAÚDE
– 1 atendimento de tentativa de suicídio (mulher de 32 anos saltou do 3* andar de um prédio)
– 38 atendimentos psicossociais

TOTAL PREVISTO DE POPULAÇÃO PARTICIPANTE: 1.625

TOTAL DA POPULAÇÃO PARTICIPANTE: 26,75%

Fonte e fotos: Repórter Heitor Bragança

Matérias relacionadas

Vale terá que pagar R$ 300 milhões se não apresentar dam break

Bombeiros que atuaram em Brumadinho devem ficar em alerta

Vale anuncia novo Simulado de Evacuação em Barão para sábado

RISCO: Fotos e vídeo do Talude da Cava de Gongo Soco em Barão

Risco de rompimento de barragem em Barão e MP cobra providências da Vale

São Gonçalo terá simulado de rompimento de barragem na quarta (3)

Santa Bárbara terá simulado de rompimento de barragem na sexta (29)

STJ libera funcionários da Vale presos após rompimento de barragem

Vale anuncia a vereadores que vai implantar Plano de Ação

Barragem do Itabiruçu tem movimentação intensa em Itabira 

Itabiranos passarão por treinamento de fuga caso barragem se rompa

Presos oito funcionários da Vale, um em Itabira

Itabiruçu recebe Fiscalização Federal do CREA-MG

Porta fechada; Vale reúne Defesa Civil, Bombeiros e Meio Ambiente da PMI

Câmara aprova audiência pública sobre barragens

Barragens: Interassociação de bairros cobra explicações da Vale

Gerente geral da Vale em Itabira deve ir à Câmara no dia 19

Civil prende engenheiros que prestaram serviço à Vale

Corpo de itabirano é localizado após desastre ambiental

60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho

Ronaldo vai cobrar da Vale diagnostico das Barragens em Itabira

Brumadinho: Sirenes são acionadas durante a madrugada

Sindicato dos Vigilantes cobra da Vale e autoridades urgência em Brumadinho

Brumadinho ainda tem 299 pessoas desaparecidas

Rompimento de barragem em Brumadinho aumenta alerta em Itabira

Nota do Metabase sobre rompimento de barragem em Brumadinho

Justiça bloqueia R$ 1 bilhão da Vale

Rompimento de barragem em Brumadinho