Japão volta a disputar Copa América após 20 anos

Em 1999, na primeira e única que vez em que participou da competição, foram eliminados já na primeira fase, com duas derrotas e um empate.

Renovação. Essa é a palavra de ordem da seleção japonesa, que volta a disputar a Copa América, como convidada, após 20 anos. Com apenas seis nomes do time principal, o Japão chega ao Brasil com a maioria dos jogadores da seleção olímpica. Sob o comando do técnico Moriyasu, os Samurais Azuis querem apresentar um bom futebol, já em preparação para as Eliminatórias e para os Jogos Olímpicos, que serão disputados em Tóquio, no ano que vem.

Depois de perderem a final da Copa da Ásia para o Catar, dirigentes da federação japonesa consideraram a hipótese de trazer para a Copa América o elenco principal. No entanto, pelo fato de ser convidada, os dirigentes resolveram dar oportunidade aos garotos da seleção olímpica em um torneio de alto nível, com seleções que o Japão não costuma enfrentar.

Em 1999, na primeira e única que vez em que participou da Copa América, a seleção japonesa foi eliminada na primeira fase. Em três jogos, foi derrotada por Peru e Paraguai e empatou com a Bolívia, terminando como lanterna do grupo.

A evolução do futebol nos últimos anos japonês tem raízes brasileiras. Tudo começou com a influência de Zico, que jogou no país no início da década de 90 e chegou a treinar a seleção asiática. Na Copa da Rússia, no ano passado, os Samurais chegaram às oitavas de final, mas foram eliminados pela Bélgica após estarem vencendo por dois a zero. Na Copa da Ásia, o Japão é o maior campeão, com quatro títulos.

Em 2001, a seleção asiática esteve próxima de conquistar um torneio internacional, mas bateu na trave e ficou com o vice na Copa das Confederações, após derrota para a França.

O Japão está no grupo C, com Uruguai, Equador e Chile. O primeiro compromisso do Japão no torneio está marcado para o dia 17 de junho, quando enfrenta o Chile, no Morumbi, às oito da noite, horário de Brasília.

Raphael Costa

Matérias relacionadas

Uruguai quer manter hegemonia na Copa América

Peru sonha com tri da Copa América

Bolívia tem uma vitória nas últimas edições da Copa América