Barragem do Itabiruçu tem movimentação intensa em Itabira

Uma movimentação intensa e anormal aos dias anteriores foi vista por volta das 9h30 da manhã desta segunda-feira (18), na Barragem do Itabiruçu, em Itabira (MG).

Essa barragem é uma das maiores do país – tendo seu início de operação em 1981 – e atualmente tem um volume de 223 milhões de metros cúbicos de rejeitos depositados, sendo cerca de 20 vezes maior que a barragem do Córrego de Feijão que se rompeu em Brumadinho em 25 de janeiro deste ano.

Cada ponto preto no alto da barragem é uma dupla de funcionários da Vale e empreiteiras

Vários trabalhadores foram vistos no alto da barragem. Cerca de 60 pessoas com uniformes da Vale foram vistos no local fazendo uma vistoria ou treinamento. Certo é que na semana passada – além da Vale realizar uma reunião secreta feita às portas fechadas na Secretária de Meio Ambiente onde tratava do assunto sobre a barragem – também foram vistos vários trabalhadores realizando a limpeza e manutenção nos taludes da barragem que também recebeu uma Fiscalização Federal do CREA-MG.

Além da movimentação na manhã de hoje (18), Rodrigo Chaves “Diretor Corredor Sudeste Vale (Operações Itabira e Água Limpa)”, enviou convite ao Presidente da Câmara de Vereadores de Itabira, Heraldo Noronha Rodrigues e extensivo aos demais 16 vereadores da casa, para fazerem visita no Itabiruçu na parte da tarde.

No convite estava escrito: “Convidamos vossa excelência e demais membros dessa casa para visita à Vale. Entendendo que uma visita às barragens de Itabira, especialmente Itabiruçu, será de grande valia para todos os vereadores, que poderão esclarecer todas as dúvidas in loco. Sendo marcado para tal 18/02/2019, às 13h30, no auditório Centro de Educação Ambiental (CEA).

No dia 27 de janeiro fizemos sobrevoo de drone e hoje (18) tem esta diferença na imagem.

Durante os registros fotográficos de hoje (18) fizemos comparativo com uma foto registrada no dia 27 de janeiro, portanto cerca de 22 dias atrás, e algumas alterações puderam ser percebidas no talude, no lado esquerdo de quem está de frente para o vertedouro, além da movimentação de pessoas com coletes laranjas neste local e no alto do vertedouro. Já no lado esquerdo da barragem pudemos ver muita movimentação de caminhões e tratores escavadeira. Como não obtivemos resposta, não se sabe se seriam obras de alteamento que já começaram no local.

Na portaria principal da Barragem do Itabiruçu havia uma aglomeração muito grande de pessoas que estariam entregando currículos para uma das empreiteiras que prestam serviços no local. (Estranho ser realmente isso, haja vista que os vereadores e outras autoridades já solicitaram para que as empreiteiras contratassem os trabalhadores através do SINE/Itabira).

Canteiro de obras aos pés do Itabiruçu (cortando na alta) com vários caminhões rodando

Dados não oficiais sobre barragens em Itabira 

Observando os dados técnicos de algumas barragens localizadas no município de Itabira, começando pelas mais volumosas:

01 – A Barragem Itabiruçu teve seu início de operação em 1981 e tem o volume 223 milhões de metros cúbicos de rejeitos depositados;

02 – A Barragem do Pontal teve seu início de operação em 1972 e tem o volume 220 milhões de metros cúbicos de rejeitos depositados;

03 – A Barragem da Conceição teve seu início de operação em 1977 e tem o volume 36 milhões de metros cúbicos de rejeitos depositados;

04 – A Barragem Santana teve seu início de operação em 1978 e tem o volume 16 milhões de metros cúbicos. Esta fica às margens da rodovia MGC-120, ligação de Itabira com Santa Maria de Itabira;

05 – A Barragem do Rio de Peixe teve seu início de operação em 1977 e tem o volume 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos depositados;

06 – A Barragem Dona Rita, sem dados;

07 – A Barragem Cumbucal 1 e 2 (Bairro Hamilton) e outras, sem dados.

Matérias relacionadas 

Presos oito funcionários da Vale, um em Itabira

Itabiruçu recebe Fiscalização Federal do CREA-MG

Porta fechada; Vale reúne Defesa Civil, Bombeiros e Meio Ambiente da PMI

Câmara aprova audiência pública sobre barragens

Barragens: Interassociação de bairros cobra explicações da Vale

Gerente geral da Vale em Itabira deve ir à Câmara no dia 19

Civil prende engenheiros que prestaram serviço à Vale

Corpo de itabirano é localizado após desastre ambiental

60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho

Ronaldo vai cobrar da Vale diagnostico das Barragens em Itabira

Brumadinho: Sirenes são acionadas durante a madrugada 

Sindicato dos Vigilantes cobra da Vale e autoridades urgência em Brumadinho

Brumadinho ainda tem 299 pessoas desaparecidas

Rompimento de barragem em Brumadinho aumenta alerta em Itabira

Nota do Metabase sobre rompimento de barragem em Brumadinho

Justiça bloqueia R$ 1 bilhão da Vale

Rompimento de barragem em Brumadinho