Falsa comunicação de rompimento causa pânico

Uma falsa comunicação de rompimento da barragem do Itabiruçu causou muito pânico nos moradores mais próximos da “Rota de Fuga” e dos bairros Ribeira de Cima e de Baixo, Conceição de Baixo, Fênix e na localidade do Rio de Peixe. (ROTA DE FUGA)

O caso surgiu na noite de segunda-feira, 18 março de 2019. Os moradores do bairro Ribeira de Baixo começaram a receber mensagens via rede social de que um carro teria passado avisando sobre a barragem do Itabiruçu – que hoje tem um volume de cerca de 220 milhões de toneladas de rejeito acumulado – que teria se rompido.

De acordo com informações a Central de Operações da Policia Militar (COPOM), bem como o Corpo de Bombeiros, teriam começado a receber ligações dos moradores em pânico que perguntavam sobre o rompimento da barragem.

Nossa reportagem verificou sobre o caso e obtivemos as seguintes informações: “Senhores, recebemos via CECOM (Centro de Controle de Emergências e Comunicação) da mineradora que populares do bairro Gabiroba estavam ligando para o Corpo de Bombeiros informando que a barragem do Itabiruçu havia rompido. Assim foi realizado todo o protocolo de rastreabilidade junto ao geotécnico responsável e o sistema de monitoramento de geotécnica. Onde foi constatado que a informação não procedia. Posteriormente esta informação se lastreou para os bairros Fênix e Conceição de baixo.”

Ainda segundo informações, os relatos dos moradores eram de que um carro informava sobre uma suposta evacuação. Esta informação não procede.

Diante aos fatos a Polícia Militar foi informada e estaria a procura do elemento ou dos elementos que estariam levando pânico na população itabirana.

Matérias relacionadas 

Justiça manda Vale parar de lançar rejeito no Minervino e Cordão Nova Vista 

ROTA DE FUGA, placas são instaladas

Vale dá início ao Plano de Ação de Emergência de Barragens

STJ libera funcionários da Vale presos após rompimento de barragem

Vale anuncia a vereadores que vai implantar Plano de Ação

Barragem do Itabiruçu tem movimentação intensa em Itabira 

Itabiranos passarão por treinamento de fuga caso barragem se rompa

Presos oito funcionários da Vale, um em Itabira

Itabiruçu recebe Fiscalização Federal do CREA-MG

Porta fechada; Vale reúne Defesa Civil, Bombeiros e Meio Ambiente da PMI

Câmara aprova audiência pública sobre barragens

Barragens: Interassociação de bairros cobra explicações da Vale

Gerente geral da Vale em Itabira deve ir à Câmara no dia 19

Civil prende engenheiros que prestaram serviço à Vale

Corpo de itabirano é localizado após desastre ambiental

60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho

Ronaldo vai cobrar da Vale diagnostico das Barragens em Itabira

Brumadinho: Sirenes são acionadas durante a madrugada

Sindicato dos Vigilantes cobra da Vale e autoridades urgência em Brumadinho

Brumadinho ainda tem 299 pessoas desaparecidas

Rompimento de barragem em Brumadinho aumenta alerta em Itabira

Nota do Metabase sobre rompimento de barragem em Brumadinho

Justiça bloqueia R$ 1 bilhão da Vale

Rompimento de barragem em Brumadinho