Flu vence fora de casa e avança na Sul-Americana

Noite de quinta-feira (21) com compromissos importantes por diferentes campeonatos.

E teve time brasileiro entrando em campo e garantindo vaga em torneio internacional. Fora de casa, o Fluminense foi valente e conseguiu a classificação para a segunda fase da Sul-Americana. O Tricolor das Laranjeiras viajou até o Chile para enfrentar a equipe do Antofagasta. Antes dos 20 minutos de partida, o time carioca roubou a bola no meio de campo com Airton, que tocou para Yony Gonzalez. O colombiano se livrou da marcação e acionou Everaldo, que chutou no canto do goleiro e abriu o placar. Menos de dez minutos depois, após jogada pelo altos, Jason Flores deixou tudo igual.

No segundo tempo, o jogo começou movimentado e o Flu teve a chance de retomar à frente do placar, após Delfino derrubar Matheus Ferraz na área. Luciano bateu, mas o goleiro Hurtado defendeu para a equipe da casa. Pouco tempo depois do desperdício, a redenção. Luciano recebeu passe de Yony González e fechou a conta. Antofagasta um, Fluminense dois.

No campeonato Carioca, esforço e goleada. Com poucas chances de classificação, o Botafogo teve o apoio de apenas 1.403 pessoas, que estiveram no Engenhão e viram a goleada por quatro a um sobre a Portuguesa. O jogo marcou o primeiro gol de Diego Souza com a camisa do Glorioso. Apesar do bom resultado, o time de Zé Ricardo ainda precisa de um milagre para chegar às semifinais do estadual. Isso porque o Fogão já não tem mais chances de se classificar pela pontuação geral, que soma o desempenho nos dois turnos. Em situação delicada na Taça Rio, o Botafogo só se classifica se vencer o Americano, o Flamengo perder e a Cabofriense tropeçar. Ainda assim, precisa vencer uma diferença de quatro gols.

Quem acordou nesta sexta-feira rindo à toa foi a torcida do Bahia. O Tricolor venceu o Atlético pelas semifinais do Baianão e encaminhou muito bem a classificação para a final do torneio. Três a zero para o Tricolor de Aço, gols de Moisés, Ramires e Ed, que fez contra. Agora, o time da capital pode perder por até dois gols no jogo de volta que fica com a vaga.

Raphael Costa