Igreja reúne mais de 5 mil pessoas na 4ª Romaria das Águas e da Terra

Uma multidão de fiéis marcaram presença neste domingo (2), na 4ª Romaria das Águas e da Terra da bacia do Rio Doce, em Itabira que envolveu as dioceses de Mariana, Caratinga, Itabira/Coronel Fabriciano, Governador Valadares e Guanhães e das dioceses capixabas de Vitória, Colatina e São Mateus.

Os organizadores acreditam ter reunido mais de 5 mil fiéis nesta romaria: Vão-se os bens da Criação, ficam miséria e destruição!

A preocupação da população das cidades Mineradoras aumentou e muito após os acidentes/crime da mineração em Mariana e Brumadinho, onde os moradores das demais cidades como Barão de Cocais e Itabira segue preocupada, pois são cidades rodeadas por barragens da mineradora Vale.

O ato religioso contou com a presença de Dom Marco Aurélio Gubiotti, Bispo da Diocese de Itabira/Coronel Fabriciano, e católicos de diversas regiões do Estado de Minas Gerais, ativistas ambientais  e membros do Movimento pelas Águas e Serras de Minas Gerais.

De acordo com informações a igreja pretende entregar ao Ministério Público um documento com cerca de 5 mil assinatura contra o alteamento da barragem do Itabiruçu, em Itabira, sendo eles considerada como uma das maiores barragens do Brasil, com cerca de 220 milhões de m³ de rejeitos em modelo ajusante.

Após se reunirem no estacionamento do VEC (Valério), todos saíram em caminhada rumo a portaria da Mineradora Vale no complexo “Centralizada Cauê”, onde tudo começou em 1942, quando foi criada a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), na rotatória de entrada foram afixadas na grama cerca de 350 cruzes, casa uma com um nome escrito, nome dos mortos em Brumadinho. Em seguida todos seguiram para o bairro Campestre, onde foi celebrado a missa na praça e logo após servido o almoço para todos os fiéis.

Parte I – 4ª Romaria das Águas e da Terra em Itabira, nesta semana Dom Marco Aurélio Gubiotti, Bispo da Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano, convidou a comunidade para participar.

Parte II – 4ª Romaria das Águas e da Terra em Itabira, Seguindo rumo a Centralizada Vale. Nesta semana Dom Marco Aurélio Gubiotti, Bispo da Diocese de Itabira/Coronel Fabriciano, convidou a comunidade para participar.

Parte III – 4ª Romaria das Águas e da Terra em Itabira. Após o ato naquele local as cruzes foram deixadas na rotatória de acesso à mineradora Vale.