Vale faz piscinão para rejeito caso Gongo Soco e Sul Superior estourem

Empreiteiras que prestam serviços para a Mineradora Vale tem realizado nos últimos dias, e em sistema acelerado, obras para a construção de um piscinão que deve comportar parte do rejeito caso as Barragens de Gongo Soco e Sul Superior venham a se romper em Barão de Cocais (MG).

Uma das barragens está com parte do talude em queda diária dentro da Cava e da água lá existente; já a outra está em nível 3, o que seria máximo para o caso de um rompimento.

Vários caminhões traçados e equipamentos fora de estrada estão sendo usados para o serviço de terraplanagem na área que fica abaixo das Barragens.

O piscinão será utilizado caso a barragem se rompa, assim, grande parte da lama que venha a vazar acabaria ficando retido neste local que vem sendo chamado de piscinão.

Em nota –Vale implanta medidas adicionais para contenção de emergência à jusante da barragem Sul Superior.

Como parte de ações preventivas de engenharia, a Vale iniciou, na última quinta-feira (16/5), a terraplenagem para construção da contenção em concreto localizada a 6 km à jusante da barragem Sul Superior, em Barão de Cocais.

Além dessa estrutura que, após concluída, fará a retenção de grande parte do volume de rejeitos da barragem Sul Superior em caso de rompimento, a Vale está realizando intervenções de terraplenagem, contenções com telas metálicas e posicionamento de blocos de granito. Essa obra atuará como barreira física no sentido de reduzir a velocidade de avanço de uma possível mancha, contendo o espalhamento do material a uma área mais restrita.

O objetivo é reduzir os possíveis impactos às pessoas e ao meio ambiente no cenário extremo de um rompimento da estrutura. Em função da intervenção, haverá um aumento na circulação de caminhões e equipamentos pela cidade com destino à mina de Gongo Soco, o que poderá causar eventuais transtornos ao trânsito.

A Vale ressalta que continua monitorando a barragem e o talude norte da cava de Gongo Soco 24 horas por dia e mantendo contato permanente com a autoridades competentes no sentido de prevenir e informar a toda a população sobre o andamento dos trabalhos e da situação da barragem Sul Superior e da cava de Gongo Soco.

Matérias relacionadas: 

Vídeo sobre o trabalho e Simulado a ser realizado em Itabira

Diretor da Vale se abstém de responsabilidade por tragédia

Comissões que investigam Brumadinho buscam alinhamento

CPI de Brumadinho, deputados querem investigar TÜV SÜD

Defesa Civil diz que talude “esfarelou” na cava de Gongo Soco

Talude desprende e cai dentro da Cava de Gongo Soco

Vale informa sobre o deslizamento de talude da Mina de Gongo Soco

Itabira terá em julho o maior simulado já realizado no Brasil

Bombeiros em alerta e talude continua descendo cerca de 21cm 

Gongo Soco: Senadores são recebidos pelo Ministério Público MG

Possibilidade de ruptura de barragem será discutida na ALMG 

Bombeiros Militares fizeram operação em Barão de Cocais 

Vale deve resgatar animais em Barão 

Executivos estariam blindando Vale em caso de Brumadinho 

Adiado o simulado de evacuação em Itabira 

Reunião técnica discute implantação do PAEBM

Itabira terá simulado de rompimento de barragens em 29 de junho

Vale realiza teste de Sirene na Barragem Santana

Defesa Civil de Minas se reúne com membros da Prefeitura de Itabira

MP e Vale firmam acordo para auditoria independente nas estruturas da Mina Cauê