Itabira é premiada no maior congresso de saúde do Brasil

Itabira recebeu mais uma boa notícia. Na semana passada, entre os dias 2 e 5, durante o 35º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, em Brasília, o Município recebeu medalha e certificado de premiação pela atuação em áreas estratégicas para o Sistema Único de Saúde (SUS). Itabira, que recebeu prêmio como experiência exitosa do Brasil, foi uma das 88 cidades agraciadas entre 500 participantes de todo o país. Este foi o maior congresso de saúde pública da atualidade.Dentro do congresso, na 16ª Mostra Brasil, Aqui Tem SUS, os secretários municipais apresentaram as suas atuações. Segundo a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares Assis Figueiredo, todas as experiências inscritas tiveram que vencer votações em seus estados antes de irem para o congresso. As melhores apresentações, além de submetidas a uma banca examinadora, também foram julgadas pelos congressistas.

Rosana Linhares apresentou o painel Redução da Mortalidade Infantil: Papel da Gestão Comprometida na Organização da Atenção Materno-Infantil no Município de Itabira. Para a secretária, uma das maiores felicidades foi poder representar o Município e estar entre as experiências de sucesso de Minas Gerais. Vale ressaltar que em 2018, a cidade registrou a menor taxa de mortalidade infantil da história: 6,2 óbitos para cada mil nascidos vivos. Este índice é equiparado aos alcançados por países desenvolvidos.“Já na minha apresentação, senti-me honrada quando, ao adentrar no local estabelecido, me deparei junto à banca examinadora que contava com a presença de importantes profissionais. Dentre eles, o doutor Aquilas Mendes, professor da Universidade de São Paulo (USP), uma sumidade em financiamento do SUS. Senti-me premiada já ali. Profissionais ilibados e comprometidos com o SUS como ele, nos emocionam”, disse.

Em seu agradecimento, a secretária de Saúde de Itabira lembrou o apoio irrestrito do prefeito Ronaldo Magalhães que “não mede esforços para que Itabira possa vencer as dificuldades nesse que é o momento mais difícil de gestão do SUS em toda sua história”. Rosana Linhares também ressaltou o trabalho de toda a equipe da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para que os resultados alcançados fossem possíveis.“Estar à frente da SMS, liderando grupos muito comprometidos e do bem, nesse cenário atual e receber esse prêmio, em nome de todos os profissionais que cuidam da atenção materno-infantil, seja na Atenção Primária, por meio das equipes de saúde da família; na Secundária, pela Policlínica e CEAE; e da Terciária, por meio do Samu, Pronto-Socorro Municipal de Itabira e dos hospitais Nossa Senhora das Dores e Municipal Carlos Chagas, bem como, dos parceiros e do Conselho Municipal de Saúde, torna esse momento muito especial. Ganhamos todos. Ganha-se o melhor: a vida”.

A solenidade de entrega dos prêmios ocorreu na quinta-feira (4), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Na ocasião, o médico sanitarista e ex-secretário do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), José Ênio Servilha Duarte, foi homenageado como patrono da mostra deste ano.

Ainda durante o congresso, os secretários municipais reafirmaram a saúde como direito social e fundamental; defenderam a necessidade de qualificar o pacto federativo, rediscutir as competências dos entes e o fortalecimento da participação da comunidade no SUS, com garantia de acesso, integralidade, equidade e qualidade nas ações e serviços públicos de saúde, gestão democrática e participativa, e financiamento compatível com sua magnitude. O 35º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde foi realizado pelo Conasems.