Campeonato de Tênis reúne atletas de 22 Estados

Entre todas as competições realizadas no país, o Campeonato Brasileiro de Tênis, o Brasileirão, é a maior na categoria infantojuvenil organizada pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT). E a grandeza do torneio não se mede apenas pelo número de atletas inscritos, mas também pela participação de tenistas de todas as regiões do Brasil.

Nesta edição, realizada no Praia Clube, em Uberlândia (MG), 790 atletas se inscreveram, originários de 22 Estados diferentes. São Paulo (285), Minas Gerais (114) e Paraná (61) são aqueles com mais representantes. O Brasileirão é disputado nas categorias 12, 14, 16 e 18 anos, além do Tennis Kids (8, 9, 10 e 11 anos).

Durante o evento também será realizada a Copa das Federações, que acontecerá entre os dias 20 e 23 de julho. Trata-se de um torneio nos moldes da Copa Davis e da Fed Cup, em que os Estados se enfrentam em uma competição por equipes. A escolha dos atletas para cada categoria fica a cargo das respectivas Federações.

“O Brasileirão é um torneio bem diferente daqueles que já joguei, principalmente por causa da organização, em que não teve atrasos nos meus jogos. O bom de competir aqui é que dá para ganhar experiência com as pessoas que vêm de fora”, conta Caio Dourado, de 11 anos, de Brasília (DF).

Além dos jogadores dos 8 aos 18 anos de idade, o Brasileirão também é um evento que reúne a comunidade de tênis do país: pais, treinadores e diversos profissionais ligados à modalidades.

“Essa troca que acontece fora das quadras é um dos maiores ganhos de vir ao Brasileirão, tanto para os jogadores quanto para os pais e treinadores. Os pais fazem amizades, compartilham experiências, e é algo que reforço para meu filho, sobre as amizades, pois é isso que vai ficar para a vida. Nós todos ganhamos”, destaca o paraense Landri Matos Jr, pai e treinador de Nicholas Matos, de 10 anos.

Diretor do torneio, Aristides Barcellos destaca a atmosfera criada ao redor das quadras no Praia Clube e reafirma a importância do evento para o desenvolvimento do tênis infantojuvenil nacional.

“Esse é o significado do Brasileirão: um torneio para reunir a maior quantidade de Estados e ter uma ampla representação nacional. Além de premiar os atletas com esse importante título, temos o objetivo de promover toda essa troca de experiência entre atletas, técnicos e pais, com tudo em um só lugar, no mesmo período. Essa é a grande interação que o Brasileirão proporciona”, frisa Aristides Barcellos, que também é coordenador de torneios da CBT.