Torneio Leiteiro abre espaço para o mercado regional

Desenvolvimento Econômico. Em 2019, de forma inédita, o Torneio Leiteiro abriu espaço para o mercado regional, em uma estratégia de desenvolvimento econômico, dentro do novo modelo de governança da Gestão 5.0. Neste contexto, outra iniciativa se fez com o primeiro leilão de gado de leite de corte, uma ação com a finalidade de ampliar as possibilidades do agronegócio no Médio Piracicaba.

Shows e Rodeio. O 43º Torneio Leiteiro foi marcado por muita música sertaneja desde 11 de julho. Na abertura da festa, a dupla Day e Lara agitou o público com um repertório bem eclético, envolvendo de sofrência a raiz. No segundo dia, os sertanejos Jorge e Mateus fizeram uma apresentação clássica, com seus maiores sucessos, para dançar juntinho, no frio de Santa Bárbara. No sábado(13), Naiara Azevedo chegou chegando e fez um show marcante e muito animado, no Parque de Exposições Adilson Melo, passando, também, pelo funk. Ontem(14), o sertanejo bruto mesmo, de Bruno e Barretto, encerrou a festa mais aguardada do Médio Piracicaba. E para a criançada, as bonecas LOL foram sucesso na matinê infantil.Além das atrações nacionais, os artistas da terra, Robson Nunes, Ingrid Leonara e Wlly Santos agitaram a plateia, antes dos shows principais, no palco 2. Enquanto isso, na arena lotada, os melhores peões desafiaram bravos touros do rodeio, da Companhia Paulo Miranda.

Leilão. Comandado pela Minas Leilões e Eventos, tendo como leiloeiro rural oficial, Álvaro César Pereira, o leilão colocou à venda cinco animais: Donald do Cururu (Barão Fiv do Cururu – Boneca Fiv do Cururu), Damasco do Cururu (Barão Fiv do Cururu – Avançada Fiv do Cururu), Esnobe do Cururu (Tabu Te Cal – Brasileira Fiv do Cururu), Esperto do Cururu (Delegado – Balada) e Famoso do Cururu (Delegado – Poesia Fiv do Cururu).

Na ocasião, os lances de parcelas ofertadas pelos compradores variaram entre R$80,00 e R$100,00. Os bois são todos provenientes da Fazenda do Cururu, possuindo, até então, como proprietário, Ewerton Fernando Moura Silva. Dos cinco animais ofertados no leilão, foram arrematados Damasco do Cururu, Esnobe do Cururu, Esperto do Cururu e Famoso do Cururu.

Torneio Leiteiro. O evento também premiou os melhores animais da região, nas categorias ‘Vaca Adulta’, ‘Vaca Jovem’ e ‘Morfologia’. Além do valor em dinheiro, os produtores receberam troféus. Ao todo, foram distribuídos R$12.900,00 em prêmios. O 43º Torneio Leiteiro reuniu 10 pecuaristas, sendo eles, Adém Pires Lage, Fernando Rodrigues da Costa, Geraldo Magela Braga, Giovani Fonseca Moreira, José Lúcio Anastácio, José Renato Fonseca, José Xavier dos Santos, Juvenal Augusto de Melo, Roberto Caetano e Walter Vitor de Oliveira.Este ano, na categoria ‘Vaca Adulta’, os vencedores foram Walter Vitor de Oliveira (1º – R$3000,00), Henrique Rodrigues (2º – R$2000,00) e José Lúcio Anastácio (3º – R$1000,00). Já na ‘Vaca Jovem’, venceram Walter Vitor de Oliveira (1º – R$3000,00), Maria Luiza Hosken Braga (2º – R$2000,00) e Ulysses José Xavier (3º – R$1000,00). Na ‘Morfologia’, ganharam Henrique Rodrigues (1º Vaca Adulta – R$300), José Renato Fonseca (1º Macho – R$300) e Lúcio Flávio Anastácio (1º Vaca Jovem – R$300).

Concurso de Queijo. Na tarde de domingo, o 2º Concurso de Queijo ‘Entre Serras – da Piedade ao Caraça’, desta vez com a competição para valer, movimentou o estande da Prefeitura, no Parque de Exposições. Além do Município, estiveram envolvidos na realização deste evento, o Senac, o Sebrae e a Emater.

Em pauta, a importância e a valorização do produtor, bem como uma reflexão do queijo como um patrimônio mineiro. Neste contexto, a consultora técnica em Pesquisa Gastronômica do Senac, Vani Pedrosa, anunciou que Santa Bárbara, Barão de Cocais e Catas Altas apareceram pela primeira vez entre as 50 regiões turísticas mineiras, em recente levantamento da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur).No concurso, os produtores Geraldo Quirino da Fonseca, José Célio dos Santos, Josiene Cristina de Aguilar, Maria Neide de Araújo, Marilene de Fátima Barcelos Lorenzato, Maurício Feliciano Guedes, Renilda Aparecida Fonseca e o Santuário do Caraça, na ocasião representado pelo Irmão Edimar, disputaram nas categorias Queijo Curado (a partir de 22 dias) e Queijo Meia Cura (a partir de 11 dias).

O júri foi composto por Ana Gabriela de Souza, Carolina Figueira, Flávio Dornas, Flávio Xapuri, Milsane de Paula e Roberto Haddad.

Assim, os queijos foram avaliados conforme o formato, acabamento, cor, uniformidade e textura. Na categoria ‘Meia Cura’, os vencedores foram Maurício Feliciano Guedes (1º – Santa Bárbara), Josiene Cristina de Aguilar (2º – Catas Altas) e José Célio dos Santos (3º – Santa Bárbara). Com o queijo ‘Curado’ venceram Maurício Feliciano Guedes (1º – Santa Bárbara), José Célio dos Santos (2º – Santa Bárbara) e Renilda Aparecida Fonseca (3º Caeté).

A premiação foi feita pelo prefeito, Leris Felisberto Braga, que agradeceu a participação e envolvimento de todos e destacou o fomento do agronegócio na região, e pelo vice, Alcemir Moreira.

27ª Cavalgada. A competição equina movimentou a arena de 9h às 20h20 e distribuiu um total de R$25.750 reais em premiações. As disputas foram nas categorias: Piquira Macho e Fêmea, Marcha Picada – Macho e Fêmea (Com ou Sem registro), Cavalos Campolina (Registrados ou Controlados), Cavalos Mangalarga Marchador (Registrados ou Controlados), Cavalos Sem Registro, Cavalos Mangalarga Paulista, Cavalo Pampa, Égua Mangalarga Paulista, Éguas Campolina (Registradas ou Controladas), Égua Mangalarga Marchador, Éguas Sem Registro, Égua Pampa, Muar Fêmea, Muar Macho, Mirim (até 12 anos completos) e Amazonas.

O Campeão dos Campeões foi Ângelo Flávio Pinheiro, de Belo Horizonte, e o Reservado Campeão, Magno Villefort, do município de Baldim.