‘Educação: pilar de cidades inteligentes e humanas’ é tema do 7 de setembro

Acom/PMSB
Acom/PMSB

Escolas apresentaram os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável(ODS), da Organização das Nações Unidas(ONU), que já vem sendo trabalhados pela Prefeitura de Santa Bárbara, dentro do novo modelo de governança pública, a Gestão 5.0.

7 de Setembro. No dia em que o Brasil comemorou 197 anos de sua independência, as escolas de Santa Bárbara trouxeram para a rua o tema Educação: pilar de cidades inteligentes e humanas. As instituições apresentaram 12, dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável(ODS) da ONU, estabelecidos pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

ODS. Os ODS são um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade, e têm como objetivo consolidar os direitos humanos e alcançar a igualdade de gênero, bem como fortalecer a paz mundial, com mais liberdade, e promover o desenvolvimento sustentável.

Santa Bárbara 5.0. Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável devem ser implementados em todos os países do mundo, até 2030, e, Santa Bárbara, já vem trabalhando alinhada a eles, no contexto da Gestão 5.0, dentro dos pilares, Integridade Pública (Eficiência Fiscal e Transparência); Saúde e Qualidade de Vida; Desenvolvimento Social, Econômico e Sustentável; Educação; e Infraestrutura e Mobilidade Urbana, buscando construir soluções nos moldes das cidades inteligentes.

O Desfile. O desfile começou por volta das 8h30 da manhã e trouxe à rua João Mota alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais(Apae); das escolas municipais, da sede e dos distritos; e das estaduais. Para receber os estudantes, estiveram presentes, o vice-prefeito, Alcemir Moreira; a secretária de Educação, Dionir Rodrigues; o secretário de Governo, Esportes e Ordem Pública, José dos Santos Dias; e o presidente da Câmara, Moisés Cardoso Sanches.

Conheça, agora, o ODS que cada escola levou à avenida e o que eles representam, conforme estabelecido pela ONU.

Apae – A Apae de Santa Bárbara representou o ODS de número 14, Vida na Água, que trata da Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

Escola Estadual Professora Nhanita – A Escola apresentou o ODS de número 5, Igualdade de Gênero, no que versa sobre alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

Creche Municipal Maria Célia Torres – A Creche municipal representou o ODS de número 16, Paz, Justiça e Instituições Eficazes, que trata de promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

Escolas do Campo – As Escolas Municipais do Campo, Cecília Álvares Duarte, João Lopes de Faria, Laudelina Antônia Gonçalves e Maria de Lourdes Pereira, levaram à rua, o ODS de número 6, Água Potável e Saneamento, numa perspectiva de assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos.

Escola Municipal Irmã Amandina Maria – A Instituição foi a representante do ODS de número 3, Saúde e Bem-Estar, que versa sobre assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.

Colégio Municipal Afonso Pena – O Comap falou sobre o ODS de número 11, Cidades e Comunidades Sustentáveis, que trata de tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

Escola Municipal Chico Severino – A Escola representou o ODS de número 1, Erradicação da Pobreza, que objetiva acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.

Escola Municipal Iveta Moreira Novais – A Escola Iveta apresentou o ODS de número 7, Energia Limpa e Acessível, visando conscientizar sobre a importância de se assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos.

Escola Municipal Adélia Hosken Ayres – A Instituição falou sobre o ODS de número 10, Redução das Desigualdades, que trata de reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.

Escola Municipal Marphiza Magalhães Santos – A Escola Marphiza foi a responsável pelo ODS de número 4, Educação de Qualidade, que versa sobre assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

Escola Estadual Rodrigo de Castro Moreira Pena – A Instituição representou o ODS de número 15, Vida Terrestre, que objetiva proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e parar a perda de biodiversidade.

Escola Estadual Afonso Pena – A Escola Afonso Pena encerrou o desfile com o ODS de número 12, Consumo e Produção Responsáveis, que trata de assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.