Barragem: Encontro Técnico Itinerante da AMIG

Barragem: do status de segurança ao aproveitamento econômico, será tema do Encontro Técnico Itinerante da AMIG em Congonhas.

O Evento acontece no dia 21 de novembro e irá abordar o prazo para descomissionamento de barragens e o posicionamento da Agência Nacional de Mineração (ANM) sobre a descaracterização das barragens com aproveitamento econômico.

A Associação de Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil (AMIG) promove em Congonhas, no dia 21 de novembro, mais um Encontro Técnico Itinerante. Nesta edição, a proposta é trazer um painel da Agência Nacional de Mineração (ANM) apresentando o status de segurança e os prazos para o descomissionamento de barragens no estado de Minas Gerais. Será apresentado ainda o posicionamento da Agência em relação a descaracterização das barragens com aproveitamento econômico.

Foto: João Marcos Rosa/NITRO

O assunto é importante, pois apresenta alternativas de beneficiamento dos rejeitos do minério de ferro e de segurança para a população. Com isso, prefeitos e representantes de cidades mineradoras e afetadas pela mineração poderão acompanhar projetos de descaracterização das estruturas e possibilidades de processamento dos rejeitos e de destinação para outros fins das áreas que ocupam. “É necessário que cada município minerador ou que seja afetado pela mineração acompanhe o processo de descomissionamento das barragens, principalmente, aqueles que estão sentindo na pele a sensação de medo e apreensão quanto a segurança das estruturas construídas pelo método a montante. Sabemos que a mineração é fundamental para a economia do municípios, mas antes de tudo, queremos que ela seja segura e sustentável”, afirma Vitor Penido, presidente da AMIG.

Visita técnica

Os participantes do Encontro Técnico Itinerante da AMIG participarão de uma visita técnica à operação Casa da Pedra, da CSN. A CSN Mineração S.A. é a segunda maior exportadora de minério de ferro do Brasil e está entre as cinco mais competitivas no mercado transoceânico. Em 2019, a Mina Casa de Pedra completa 106 anos e é um ícone da influência da mineração na região de Congonhas. Desde 1946, a mina é um dos principais ativos da CSN, integrando parte dos seus cinco negócios juntamente com a siderurgia, o cimento, a logística e a energia.

Programação

8h30 – Credenciamento

9h às 12h – Painel ANM: Status de segurança e prazo para descomissionamento de barragens; posicionamento da ANM em relação a descaracterização das barragens com aproveitamento econômico das mesmas

12h30 – Almoço

13h30 – Vista técnica à operação da CSN – Casa da Pedra

16h30 – Encerramento

Local: Museu de Congonhas (Alameda Cidade de Matosinhos de Portugal,77, Basílica – Congonhas/MG