Lula deixa a carceragem da PF em Curitiba

O Juiz Federal Danilo Pereira Junior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, atendeu ao pedido da defesa do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, e determinou nesta sexta-feira, 8, que ele fosse solto.

Com a decisão da magistrado, Lula deixará a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba após 580 dias preso. Ele cumpria pena no processo da Operação Lava Jato referente ao tríplex do Guarujá (SP), no qual foi condenado a 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A decisão de Pereira Junior foi assinada às 16h15 e o alvará de soltura expedido às 16h21.

“Portanto, à vista do julgamento das Ações Declaratórias de Constitucionalidade nº 43, 44 e 54 – e ressalvado meu entendimento pessoal acerca da conformidade à Justiça, em sua acepção universal, de tal orientação -, mister concluir pela ausência de fundamento para o prosseguimento da presente execução penal provisória, impondo-se a interrupção do cumprimento da pena privativa de liberdade. Expeça-se alvará de soltura em favor do executado, encaminhando-o à SR/DPF/PR, com urgência”, escreveu o magistrado.

Após deixar a prisão, Lula discursou para apoiadores em frente à PF em Curitiba. Justiça expediu alvará de soltura após STF derrubar, na quinta (7), a prisão de condenados em segunda instância.

Fonte: Canal da Resistência – Paulo Pimenta