O presidente da Assembleia e o governador do Estado foram agraciados com a honraria - Fotos: Ricardo Barbosa/ALMG

Medalha da Defesa Civil homenageia vítimas de Brumadinho

Orador do evento, o presidente da Assembleia lembrou o importante trabalho dos órgãos de segurança na região.

Um minuto de silêncio e vários pronunciamentos em homenagem às vítimas e aos profissionais que atuaram no rompimento da Barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho (Região Metropolitana de Belo Horizonte), ocorrido em 25 de janeiro deste ano. Com essa dinâmica foi aberta a solenidade de entrega da Medalha de Mérito de Defesa Civil, que teve como orador oficial o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus (PV).

A Comenda, cuja cerimônia de entrega foi realizada nesta segunda-feira (2/12/19), na Cidade Administrativa, visa a reconhecer e incentivar ações de cooperação e solidariedade humana.Além de orador, o presidente da Assembleia foi também um dos agraciados com a honraria, entregue, ainda, ao governador Romeu Zema, ao vice-governador Paulo Brant (ambos do Novo); ao procurador-geral, Antônio Sérgio Tonet; ao defensor-geral do Estado, Gério Patrocínio Soares; e ao presidente do Tribunal de Justiça (TJMG), desembargador Nelson Missias de Moraes.

Entre os homenageados, destaque para vítimas sobreviventes da tragédia de Brumadinho; para os comandantes e outros membros da Polícia Militar (PMMG), do Corpo de Bombeiros (CBMMG) e da Polícia Civil; secretários de Estado, Servas, entre outras autoridades, além de jornalistas, representantes da sociedade civil e da própria Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).Em seu pronunciamento, o presidente da ALMG ressaltou o valor do trabalho da Defesa Civil e dos órgãos de segurança do Estado, sobretudo o Corpo de Bombeiros do Estado, enfatizando as ações em Brumadinho.

“Nada ficou tão gravado em nossa memória quanto a atuação dos órgãos de segurança do Estado em Brumadinho. Em seus 42 anos de existência, a Coordenadoria de Defesa Civil tem mostrado que está preparada para todos os abalos, trabalhando de forma articulada com outros órgãos. Eventos adversos sempre podem acontecer e poder contar com uma Defesa Civil estruturada nos dá garantia de que os transtornos serão mitigados. Minas são muitas e a Cedec está em todas, ela representa a índole generosa de todos os mineiros”, avaliou Agostinho Patrus.

Palavras reforçadas na fala do governador, que ainda salientou sua “satisfação em assistir ao trabalho atípico da Defesa Civil neste ano, não apenas em Brumadinho, mas em outras localidades sob risco similar, entre outras ações, deixando nítido a todos que seus profissionais são realmente preparados”. A Cedec e a comenda – A Coordenadoria de Defesa Civil foi criada em 1977 e realiza ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação, destinadas a evitar ou minimizar desastres e seus impactos para a população. O trabalho da Cedec é realizado por meio de atuação coordenada dos esforços com o poder municipal, estadual e federal, iniciativa privada, voluntários e órgãos de imprensa.

A Coordenadoria compõe a estrutura do Gabinete Militar do Governo, cuja finalidade é planejar, coordenar, controlar e executar atividades de segurança do governador, vice-governador e de seus familiares, assim como realizar as ações de defesa civil no Estado.

A Medalha de Mérito de Defesa Civil foi instituída pelo decreto 23.658, de 1984, e é concedida anualmente.