Exclusivo: Agentes atiram para impedir nova invasão no Presídio de Itabira

Os agentes penitenciários deram vários tiros para impedir uma nova tentativa de invasão de um bando criminoso que pretendia inserir cerca de 16 celulares, 56 pacotes de fumo, 11 carregadores de celulares, 4 chips de celulares e vários outros materiais nas celas da unidade prisional em Itabira/MG.

Um bando formado por ao menos três criminosos, podendo ter o suporte de outros dois bandidos, tentou romper a segurança para entregar objetos aos presos nas celas.

A invasão aconteceu na madrugada de domingo, 22 de dezembro de 2019, por volta de 1h20. Foi visto um total de três criminosos que tentaram romper a segurança da unidade para repassarem os objetos aos presos reclusos nas celas.

O trio criminosos se aproximou da área da tela que cerca o presídio, no mesmo ponto em que numa data anterior a tela já foi cortada e invadida por criminosos.

De acordo com informações, enquanto um criminoso tentava cortar a tela os outros dois faziam a vigilância, neste momento os agentes penitenciários deram ordem para se afastarem, porém continuaram no ato de invadir a área, momento em que os vigias observaram também que os autores estavam com algo na mão e fizeram posição de tiro. Nesse momento os policiais das guaritas 1 e 2 disparam vários tiros contra os criminosos, que acabaram desistindo do ato e empreenderam fuga por um matagal próximo, tomando rumo ignorando.

Após o fato a equipe manteve acompanhamento visual no local até que amanhecesse para uma vistoriar na região da invasão, sendo encontrado os seguintes materiais: 56 pacotes de fumo, 16 celulares, um carregador portátil, 11 carregadores para celular, 4 chips de celular, um cartão de memória, 7 tabletes de maconha, 3 kg de cimento, 8 cabos usb, um fone de ouvido, 5 pedaços de serra, 6 invólucros de durepox, um isqueiro, uma seda pra cigarro, uma turquesa, 3 pedaços de vergalhões de 40 cm, 2 vidros com substância química com cheiro de tiner (aparentando ser resina), um rolo de linha náilon e uma sacola com fumo.

Todo o material apreendido foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, no bairro Campestre, em Itabira.