Crédito: R7.com

Avião com mais de 90 pessoas cai no Cazaquistão

Pelo menos 12 pessoas morreram e 66 foram levadas a hospitais; Causa da queda ainda não foi determinada.

Um avião Fokker 100 com mais de 90 passageiros e cinco tripulantes caiu no Cazaquistão nesta sexta-feira (27). O ministério do interior do país ainda não determinou a causa da queda, mas há suspeitas de falha nos procedimentos de segurança antes do voo.

Segundo a agência de notícias Reuters, 12 pessoas morreram e pelo menos 66 foram levadas a hospitais, com 17 internadas em estado extremamente grave. A aeronave partiu de Almaty, maior cidade do Cazaquistão, para Nursultan, a capital.

O avião perdeu altitude logo após a decolagem, às 7 horas da manhã do horário do Cazaquistão, 22 horas de Brasília. Com o trem de pouso recolhido, ele tocou a pista com a cauda duas vezes, atravessou um muro de concreto e atingiu uma casa de dois andares.

Segundo relato de um sobrevivente ao site de notícias Tengrinews, o avião voava inclinado quando um som aterrorizante aconteceu antes da perda de altitude. Ainda de acordo com ele, os passageiros gritavam e choravam durante a queda.

As imagens liberadas pelo comitê de Situações de Emergência mostram o avião dividido em duas partes. A frente dentro de uma casa parcialmente destruída.

Vinícius Brandão