Crédito fotos: Lucas Chagas/divulgação

Festival de Gastronomia recebeu 4 mil pessoas em Conceição do Mato Dentro

A 2ª edição do Festival Cultura e Gastronomia Conceição do Mato Dentro ocorreu entre os dias 18 e 20 de janeiro e levou mais de quatro mil pessoas ao Largo do Rosário, no centro da cidade de Conceição do Mato Dentro. A comunidade da cidade prestigiou, se divertiu e teve a oportunidade de se deliciar com a gastronomia brasileira, por meio de receitas de chefs de todas as regiões do país. O Festival integra o calendário do projeto Fartura – Comidas do Brasil.

Alguns pratos estiveram entre os favoritos de quem passou pelo festival. Foi o caso da porção de tilápia empanada no pão de queijo, do restaurante Omilía (Nova Lima, MG). Os pastéis de angu, preparados por quitandeiras locais, já são queridinhos na região e também estiveram entre os preferidos, assim como o torresmo de rolo e o bolinho abóbora com costelão de boi.

O espaço da Origem ao Prato recebeu chefs de outros estados e regiões. Mari Sciotti, do restaurante Quincho (São Paulo, SP), preparou uma paella de alcachofra. O chef Saulo Jennings, da Casa do Saulo (Santarém, PA), apresentou a cozinha tapajônica. Já João Lima (Fortaleza, CE) uniu sabores da serra, do mar e do sertão enquanto Diego Badra, do Conca Cozinha Original (Brasília, DF), serviu arroz de cupim. Além disso, o parrillero Antônio Costaguta, do projeto El Topador (Porto Alegre, RS), preparou diversas carnes no fogo do chão no espaço Brasa & Lenha.

O Mercado Municipal se transformou no Espaço Conhecimento onde foram apresentadas várias aulas gratuitas para conhecer mais a cultura gastronômica de diferentes lugares do Brasil, além de contar com curiosidades e degustação de receitas. Entre os temas exibidos:  massa com Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs), cozinha de origem cearense, o repolho como protagonista, as múltiplas possibilidades das castanhas e a culinária tapajônica.Para deixar o clima ainda mais gostoso, o coreto do Largo do Rosário virou palco de diversos artistas com variados ritmos. O grupo Choro Amoroso, Everton Coroné Trio, os violeiros Augusto Silva e Fernando, o músico e compositor Dé Lucas marcaram presença, assim como as bandas Madrugas Sond e Rock Machine. Aos intervalos, o som ficou por conta de DJ Cateb.

O Festival foi encerrado nesta segunda-feira (20), com um curso de boas práticas gratuito voltado para profissionais da região. Foi uma grande oportunidade para cozinheiros, assistentes de cozinha e demais interessados se atualizarem de acordo com as exigências da segurança alimentar e manipulação de alimentos e de o Festival contribuir para o crescimento gastronômico da cidade.

O Festival de Cultura e Gastronomia Conceição do Mato Dentro é apresentado pela Plataforma Fartura – Comidas do Brasil em uma realização da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro e conta com patrocínio da Anglo American. Até o fim de 2020, o Festival Fartura passará por Brasília, São Paulo, Tiradentes, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Belém e atravessa o oceano para desembarcar em Lisboa.SOBRE A PLATAFORMA FARTURA – COMIDAS DO BRASIL

A Plataforma Fartura – Comidas do Brasil tem o objetivo de mapear a cadeia produtiva da gastronomia, a fim de disponibilizar conhecimento ao público – em forma de conteúdo e experiência – e criar conexões entre os integrantes dessa cadeia.

As Expedições Fartura são viagens que já percorreram mais de 77 mil km em todo o território nacional levantando as histórias, personagens, ingredientes e receitas. Foram mais de 264 cidades visitadas e cerca de 600 fontes entrevistadas. O conhecimento é transformado em conteúdo e disponibilizados no site e redes sociais (Facebook e Instagram), vídeos, livros, programas de rádio e em projetos customizados.

A celebração do projeto são os Festivais Fartura, onde há o encontro entre produtores, chefs e estudiosos da gastronomia com o público. Nos eventos – que já acontecem em Belém, Brasília, Porto Alegre, São Paulo, Tiradentes, Belo Horizonte, Conceição do Mato Dentro, Fortaleza e também fora do Brasil, em Lisboa – é possível adquirir conhecimento, aprender receitas, conhecer histórias, comprar produtos e, claro, experimentar os pratos dos mais renomados chefs de todo o país. Até 2019, os festivais receberam mais de 850 mil pessoas, que se deliciaram com os mais de 2 milhões de pratos servidos. Além disso, foram 3.300 atividades gastronômicas e 1.265 apresentações culturais.

Entre outros prêmios, a Plataforma Fartura – Comidas do Brasil recebeu o second runner-up em Inovação em Turismo, da United Nation World Tourism Organization, além dos troféus “Best South American Film” e “People’s Choice Awards” pelo média-metragem “O Mestre da Farinha”.