Sistema imunológico pode ser resposta no tratamento do câncer

Pesquisadores de uma universidade na Grã-Bretanha estão estudando como funciona a célula T, que possui receptores que podem “enxergar” ameaças ao nosso corpo.

A resposta para a cura do câncer pode estar no nosso sistema imunológico. Pesquisadores de uma universidade do País de Gales, na Grã-Bretanha, estão desenvolvendo um método em laboratório que pode destruir o câncer de próstata, de mama, de pulmão e outros tipos.

A equipe da universidade estudava uma forma de o sistema imunológico atacar naturalmente os tumores, já que ele é a defesa natural do corpo contra infecções e também contra células cancerígenas. A partir do estudo, foi encontrada uma célula chamada linfócito T, que identifica e ataca essas células malignas, preservando as saudáveis.

Segundo os estudiosos, a diferença nessa célula T é que ela pode escanear o corpo em busca de novas ameaças e pode tratar qualquer tipo de paciente. O que está sendo pesquisado agora é como essas células agem dessa forma.

A ideia dos pesquisadores é coletar o sangue do paciente em tratamento e extrair também as células T do corpo. Com isso, elas seriam modificadas geneticamente e reprogramadas para constituir o receptor que encontra o câncer. Após esse processo de aperfeiçoamento, as células seriam reinseridas no paciente.

O estudo ainda não foi testado em humanos, mas pesquisadores que não estão participando dos testes acreditam que, apesar de ser muito cedo para afirmar, o método tem grande potencial.

Jalila Arabi